Banhistas aproveitam o domingo em Outeiro e ignoram risco do coronavírus

Maioria dos veranistas não fizeram o uso de máscaras na ilha, apesar das recomendações

Bruna Lima

Para um período de pandemia, onde a recomendação é o isolamento social, o movimento pode ser considerado intenso na praia do Amor, na ilha de Outeiro, na manhã deste domingo (12). Após o novo decreto da Prefeitura de Belém, que autoriza o banho nas praias, balneários e igarapés já foi possível encontrar um movimento maior com relação ao primeiro final de semana de julho. Os donos de restaurantes já ficam mais satisfeitos, embora dizem que o movimento ainda não está 100%. 

Apesar de o banho estar liberado, o novo decreto de Belém diz que é obrigatório o uso de máscaras, higienização e o distanciamento. Na praia do Amor, na manhã de domingo (12), a maioria dos banhistas estavam sem máscaras. A secretária Sara Lima, 35, foi com a família para o distrito e no momento da entrevista não estava fazendo o uso da proteção.

Ela disse que por já ter sido contaminada pela doença se sente mais segura para ir à praia com a família, mas mesmo assim ela diz que ainda toma os cuidados. "Eu e a maioria das pessoas da minha família já tivemos a doença. Nesse período é a primeira vez que venho à praia e estou achando tranquilo. só não estou aqui com a máscara porque estamos no sol", disse a veranista.

Toda uma estrutura vem sendo montada para a liberação das praias. A Administração Regional de Outeiro (Arout) e o Comitê de Segurança Municipal da Prefeitura de Belém realizam desde sábado (11) a fiscalização dos restaurantes nas praias de Outeiro. Agentes percorrem restaurantes da Praia Grande para averiguar o cumprimento do decreto.

Sérgio Ronaldo, 58, é proprietário de um dos restaurantes localizados na Praia do Amor. Ele disse que está obedecendo todas as exigências do protocolo, que é disponibilidade de 40% do total de mesas e cadeiras, o distanciamento de dois metros entre elas e a distribuição de álcool em gel 70% e pia para lavagem das mãos dos clientes.

"Eu estou atendendo a todas as exigências da prefeitura para o funcionamento do restaurante. Esse domingo o movimento está melhor, mas ainda não é o ideal. Eu espero que melhore nos próximos", diz o comerciante.

Com relação a fiscalização e segurança do distrito, foi montada uma operação envolvendo vários órgãos da Segurança Pública para manter a organização da área. De acordo com o tenente-coronel Helton Moraes da Secretária de Segurança Pública, o movimento aumentou na ilha depois que foi publicado o decreto autorizando a liberação das praias de Belém.

Com isso, ele percebe um movimento crescente e acredita que nos próximos finais de semana esse número de banhistas seja maior. "Nós estamos com o Centro Integrado de Comando e Controle aqui em Outeiro que envolve todos os órgãos de segurança pública, onde temos essa integração de esforço para oferecer melhor serviço à população e primar pela obediência do decreto", destaca.

O tenente-coronel faz questão de ressaltar que as pessoas tenham consciência de que a pandemia não acabou e está longe ainda da normalidade. O sistema de videomonitoramento de câmeras ajuda as equipes de segurança pública intervir no menor tempo possível.

Até a manhã de domingo nenhuma ocorrência grave foi registrada no centro integrado. O Corpo de Bombeiros registrou uma lesão por ferimento na praia e na Polícia Militar uma discussão entre banhistas, no sábado. Equipes da Defesa Civil estavam na praia colocando pulseiras nas crianças para evitar desaparecimentos.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BELÉM