Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Alertas de marés com chuvas mudam rotina do comércio em Belém

Mercadorias em cima de caixotes e outras soluções são encontradas

Vanessa Van Rooijen e Eduardo Rocha

O tempo chuvoso colocou em alerta, mais uma vez, comerciantes e moradores das áreas que costumam . Elas se preparam desde ontem para as possibilidades de ocorrências de alagamentos, após a previsão de coincidência de maré alta e fortes chuvas, a partir do final da manhã desta terça (19) na capital. 

LEIA MAIS: Belém entra em alerta de coincidência de marés altas e chuvas

Segundo a Marinha do Brasil e o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), há alertas para nível de marés atingindo 3,3 metros às 10h17 e 3,5 metros às 22h28, com risco alto de chuvas pela manhã e risco altíssimo de mais chuvas para noite.

Oswaldo Cruz com avenida João Paulo II: alagamentos desde segunda-feira (Ivan Duarte)

ALERTAS

Para esta quarta-feira (20), o risco se agrava, com possibilidades de chuvas fortes coincidirem às 11h08, com subida de 3,5 metros das águas pela manhã, e chegando a superar 3,6 metros às 23h17. O alerta emitido para quarta-feira é de risco altíssimo para coincidência de maré alta com chuva de manhã e pela noite.

A coincidência de chuvas moderadas distribuídas em horas de duração e as marés altas mereceu alerta do diretor Norte do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), José Raimundo Sousa. Desde a semana passada, a Defesa Civil Municipal de Belém também vem orientando a população a tomar cuidado com a elevação do nível da água.

"Essa situação, se ocorrer, poderá ser verificada, sobretudo, à tarde e durante a noite", ressaltou José Raimundo Sousa. No litoral nordeste do Estado, a previsão é de chuva forte e moderada, na faixa de 100 milímetros, em 24 horas. 

Também estão previstas marés altas na capital de 19 a 25 deste mês. Nos dias 21, 22 e 23, ocorrerão as maiores máximas de maré em Belém, mas as chuvas serão moderadas, de cerca de 30 milímetros distribuídas em até duas horas. Na sexta e no sábado, permanece o mesmo índice pluviométrico, mas a duração aumenta para seis horas.

A Marinha do Brasil informou que a sexta-feira, dia 22, marca o maior pico da maré alta, com previsão de 3,7 metros às 00h09. A partir da quarta-feira (20) até o domingo (24), a tábua de marés registrará 3,6 metros no horário do almoço e na virada do dia. 

Ednaldo Botelho, acostumado aos alagamentos: "É inevitável" (Cláudio Pinheiro)

ATENÇÃO AUMENTA

Há 20 anos trabalhando no comércio de Belém, Edinaldo Botelho já sabe de cor quando vai ter maré alta a ponto de inundar as ruas mais próximas do Boulevard Castilhos França. Assim como ele, outros comerciantes também costumam ficar atentos. 

No último dia 19 de fevereiro, devido à maré alta, parte da loja de Edinaldo ficou debaixo d'água. Porém, nenhuma mercadoria foi danificada. A precaução com os produtos nessa época do ano é resultado de anos de convivência com as marés no centro comercial. 

"Nós trabalhamos de acordo com o fenômeno. Sabemos que vai acontecer então temos que nos organizar. Já foram feitas obras no prédio, o piso foi levantado e isso melhorou um pouco a situação, mas a água continua invadindo. É inevitável", comenta. 

Para evitar prejuízos, o lojista toma toma alguns cuidados nos primeiros meses do ano. "O balcão construído para a loja é mais alto e usamos cavaletes de 20 centímetros para levantar as mercadorias que ficam no chão", conta. 

O vendedor de óculos Jocimar Gouvêa: "Espero a água secar" (Cláudio Pinheiro)

MERCADORIAS AO ALTO

Jocimar Gouvêa vende óculos e acessórios em uma barraca na calçada do comércio há cerca de 13 anos e disse que já se acostumou com o período de chuvas e maré alta. "Quando eu sei que a maré está chegando eu apenas coloco meus produtos para o alto e espero a água secar. É a única coisa que posso fazer", afirma. 

Para tentar diminuir prejuízos causados nesse período e alertar a população sobre o que fazer, a Prefeitura de Belém, por meio da Defesa Civil Municipal, monitora as marés e faz a prevenção de acidentes ocasionados por enchentes. Para isso, o órgão promove ações educativas, orientações nos bairros e dá alertas por meio das redes sociais e do site. 

Em nota, a prefeitura informou ainda que, por meio da Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan), faz a dragagem e limpeza de canais e comportas desde o inicio do período chuvoso. "Por conta do alerta de maré alta, as ações foram intensificadas com o objetivo de diminuir os transtornos causados pela coincidência da maré alta com as chuvas", diz.

CHUVAS E MARÉS 

19/03
- 10h17 - 3.3m
- 22h28 - 3.5m
Alerta de risco alto para a coincidência de maré alta com chuva de manhã e risco altíssimo de noite. 

20/03
- 11h08 - 3.5m
- 23h17 - 3.6m
Alerta de risco altíssimo para coincidência de maré alta com chuva de manhã e noite.

Fonte: Site da Marinha do Brasil 

Marechal Hermes, no Reduto: alertas de mais alagamentos nessa semana (Ivan Duarte)

Palavras-chave

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM