Acadêmica de Direito é picada por cobra venenosa no campus da UFPA

A estudante teria pisado sem querer no animal ao confundi-lo com um galho

Redação Integrada

Uma estudante da Universidade Federal do Pará (UFPA) foi parar no hospital depois de ser picada por uma cobra jararaca, considerada uma das serpentes cujo veneno possui ação de alta potência, enquanto caminhava por uma das passarelas do campus Guamá, em Belém. 

O acidente aconteceu na última segunda-feira (22) e teria sido causado pelo fato da acadêmica ter pisado acidentalmente no animal ao confundi-lo com um galho. Pessoas que passavam no local na hora do ocorrido relataram que a serpente teria reagido ao que entendeu como ataque e se enrolou na perna da estudante.

A vítima foi socorrida por amigos e conduzida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Terra Firme. Porém, como no local não havia soro antiofídico, ela precisou ser encaminhada para o Pronto Socorro Mário Pinotti (14 de Março), para receber atendimento médico.

Nesta terça-feira (23), a estudante passou por uma cirurgia em um hospital particular da capital, para a retirada do tecido comprometido pelo efeito da picada. O veneno da jararaca pode provocar lesões como hemorragia e necrose que podem levar, em casos mais graves, a amputações dos membros afetados.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!