Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Vereador esquece microfone ligado e fala frase racista no meio de sessão: ‘Coisa de preto’; vídeo

Declaração foi feita durante os trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga as empresas de aplicativo na Câmara Municipal de São Paulo

O Liberal

Durante uma reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga as empresas de aplicativo na Câmara Municipal de São Paulo, um vereador que não percebeu o microfone ligado declarou: “Varrendo com água na calçada... é coisa de preto, né?”. Após a frase ser ouvida, o presidente da CPI, Adilson Amadeu (União Brasil), suspendeu os trabalhos por cinco minutos. As informações são do G1 São Paulo.

VEJA MAIS

Passageiros acusam mulher de racismo em estação do metrô de São Paulo; polícia investiga o caso Testemunham relatam que uma mulher loira questionou outra passageira se ela poderia ‘tirar o cabelo’ de perto, para não passar doença

Conmebol se pronuncia sobre casos de racismo sofridos por clubes brasileiros Em nota, a entidade condenou as atitudes.

A voz seria do vereador Camilo Cristófaro (PSB), que não estava presente na Câmara durante a fala, mas participava da sessão de forma remota, através de videoconferência. A vereadora Luana Alves (PSOL), que é negra, declarou que Cristófaro foi “extremamente racista”. O gabinete da parlamentar informou que ela entrará com representação na Corregedoria para que Cristófaro seja investigado pela casa por ato de racismo.

“Infelizmente nós temos a sessão completamente tumultuada por um áudio que tem a voz do vereador Camilo Cristófaro, que acaba de proferir uma frase extremamente racista. Eu queria não acreditar que essa fala existiu, mas infelizmente existiu. Conversamos ali atrás, queria pedir à secretária da Mesa das notas taquigráficas. Ficará registrado. Ficou acordado que todos aqui são testemunhas para todas as ações que venham a ocorrer se ficar comprovado que é do vereador Camilo Cristófaro, como parece ser”, disse Luana Alves.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA