'Prefeitura de Belém vai colaborar com ações para retirada de barracas' no 2º BIS, diz Edmilson

Edmilson Rodrigues informou que a prefeitura cumprirá determinação do ministro Alexandre de Moraes

O Liberal

Após os atos radicais em Brasília, no último domingo (08), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, determinou que os acampamentos em frente aos quartéis generais em todo o Brasil fossem desfeitos. Em Belém, o prefeito Edmilson Rodrigues anunciou pelas redes sociais que já começou a seguir a determinação, em frente ao 2º Bis, na avenida Almirante Barroso.

"Em respeito à decisão do Ministro Alexandre de Moraes, a Prefeitura de Belém irá colaborar com as ações para retirada das barracas que impedem o direito de ir e vir e atentam contra a Democracia na Av. Almirante Barroso.", disse Edmilson.

VEJA MAIS

image Tropa de policiais especiais do Pará viaja para Brasília às 12h desta segunda, diz governador
Em entrevista ao vivo à GloboNews, governador do Pará, Helder Barbalho, lamentou atos radicais ocorridos no domingo (08/01)

image Um dia após invasões em Brasília, Lula se reúne com Weber pela manhã e com governadores à noite
Ambos os compromissos previstos para o Palácio do Planalto

image Operação para desmontar acampamento de radicais em Brasília é realizada pelo Exército e PM
Ação cumpre decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes

O prefeito de Belém também revelou que terá reunião com órgãos de segurança na manhã desta segunda-feira (09).

"Agora pela manhã, uma reunião com todos os órgãos de segurança será realizada para este fim. Determinei a Semob, Guarda Municipal, organização pública e demais órgãos, que tomem todas as medidas para que a decisão seja cumprida.", reforçou.

Palavras-chave

Política
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA