Por incompatibilidade de agenda, Bolsonaro cancela entrevista com pool de veículos da Amazônia

Os candidatos Ciro Gomes (PDT), Felipe D'Ávila (Novo) e Soraya Thronicke (União) participaram do projeto 'Propostas para a Amazônia'

O Liberal

A assessoria de campanha do candidato à reeleição para a Presidência da República, Jair Bolsonaro (PL), informou que por incompatibilidade de agenda foi definido o cancelamento da participação em entrevista com o pool de veículos da Amazônia, dentro do projeto "Propostas para a Amazônia". 

Em julho, foi realizada reunião virtual com representantes de todos os candidatos. A série de entrevistas iniciaria em 5 de Setembro, Dia da Amazônia. Pelo sorteio, a data de Bolsonaro ficou para o dia 12 de setembro. No entanto, no próprio dia 12, a assessoria solicitou mudança de data para o dia 26 de setembro, o que foi acatado pela coordenação do projeto, que também ofereceu possibilidade de reagendamento para os demais candidatos que não conseguiram conciliar a agenda, como Luís Inácio Lula da Silva (PT) e Simone Tebet (MDB).

Neste final de semana, porém, a assessoria informou que por incompatibilidade de agenda, o candidato não poderia participar da entrevista, agendada para às 12h30 desta segunda, com uma hora de duração. A coordenação ainda ofereceu a possibilidade de reduzir o tempo de entrevista ou trocar de horário, mas ainda assim a assessoria não confirmou a participação. 

De acordo com a agenda oficial da presidência, Bolsonaro terá encontro às 11h com Renato de Lima França, Subchefe para Assuntos Jurídicos da Secretaria-Geral da Presidência da República. Pela agenda de campanha, Bolsonaro terá sabatina no Jornal da Record, pela noite, em São Paulo.

O projeto "Propostas para a Amazônia" irá oficializar nova rodada de entrevistas com os candidatos em caso de segundo turno nas eleições presidenciais. 

O projeto - Com o objetivo de pautar temas relacionados à região na corrida presidencial, como meio ambiente, economia, saúde, educação, telecomunicações e infraestrutura, a iniciativa pioneira capitaneada pelo Grupo Liberal também conta com a participação dos grupos de comunicação Imirante, do Maranhão; A Crítica, do Amazonas; Diário da Amazônia, de Rondônia; Gazeta do Cerrado, de Tocantins; Gazeta Digital, do Mato Grosso; Roraima em Tempo, Gazeta do Acre e Diário do Amapá. Cada veículo pode fazer uma pergunta a cada candidato e todas as entrevistas contam com intérpretes da língua brasileira de sinais. 

Participaram do projeto e concederam entrevistas os candidatos Ciro Gomes (PDT), Felipe D'Ávila (Novo) e  Soraya Thronicke (União).

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA