Após atos terroristas, Ministério da Justiça dispensa superintendente da PF no DF

Governo apura se houve conivência das forças policiais distritais e federais no enfrentamento aos golpistas

Emilly Melo
fonte

O Ministério da Justiça e Segurança Pública dispensou, nesta terça-feira (10), o superintendente da Polícia Federal no Distrito Federal, delegado Victor Cesar Carvalho dos Santos, do posto. Com informações do G1.

VEJA MAIS

image Ação terrorista causa prejuízo de mais de R$ 6 milhões na Câmara e no Senado
Relatório preliminar aponta o valor das reformas para reparar a destruição provocada pelos atos

image 'Quero fazer parte da comissão de investigação', diz Flávio Bolsonaro sobre atos radicais; vídeo
A motivação do parlamentar é impedir que a situação seja usada como o que ele chama de palanque eleitoral

image Procuradores enviam documento a Aras cobrando providências após atos terroristas em Brasília
Os 140 integrantes do MPF pedem a adoção de providências para a "pronta apuração de crimes contra as instituições democráticas"

O secretário executivo do MJ, e interventor na segurança pública do DF desde domingo (8), Ricardo Capelli, assinou a portaria. O novo superintendente será o delegado Cézar Luiz Busto de Souza. O delegado já foi superintendente em Maringá (PR) e teve uma breve passagem pela Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Dicor). O nome não foi publicado no "Diário Oficial da União".

A decisão foi publicada dois dias após os ataques de extremistas na Esplanada dos Ministérios, em Brasília (DF). O governo e o Ministério Público apuram se houve conivência das forças policiais distritais e federais no enfrentamento aos golpistas.

Segundo a GloboNews, o superintendente já tinha sido informado da mudança na última semana, antes dos atos.

(*Emilly Melo, estagiária, sob supervisão de Elisa Vaz, repórter do Núcleo de Política)

Política
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA