#if(!$m.request.preview.inPreviewMode)
CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X
#end

Lula demite Jean Paul Prates, presidente da Petrobras

Magda Chambriard foi convidada para substituir Prates e já aceitou o cargo

Luciana Carvalho
fonte

Nesta terça-feira (14), o presidente Lula (PT) anunciou a demissão de Jean Paul Prates da presidência da Petrobras. Magda Chambriard foi convidada para substituir Prates e já aceitou o cargo.

A demissão de Prates foi realizada pessoalmente por Lula, na presença do ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, e do ministro da Casa Civil, Rui Costa.

O governo avaliou que a situação de Prates se tornou insustentável devido a uma série de desentendimentos. A informação foi primeiramente divulgada pela coluna da Malu Gaspar, do jornal "O Globo", e posteriormente confirmada pelo blog da jornalista Natuza Nery.

VEJA MAIS

image Presidente da Petrobras fala em acordo com Venezuela e possível reajuste de preço nos combustíveis
Vamos colocar a Venezuela no mapa de novo, diz Jean Paul Prates, sobre acordo do país vizinho com os Estados Unidos

image Ações da Petrobras têm desvalorização de R$ 29,9 bilhões em apenas um dia
Queda vem após o presidente da companhia indicar menor pagamento de dividendos a acionistas

image Poço na Foz do Amazonas pode ser o de maior custo da história da Petrobras: 'estamos comprometidos'
Segundo presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, estrutura de segurança para exploração na Amazônia, na Margem Equatorial, é maior “do que há para toda a bacia de Campos”

Fontes afirmam que Lula decidiu pela demissão de Prates há algum tempo, após uma sequência de conflitos com o governo. O ex-presidente da Petrobras já vinha tendo dificuldades de relacionamento com Silveira há muito tempo.

Segundo informações do blog da Andréia Sadi, Prates mencionou "intrigas palacianas" após a sua demissão. O argumento apresentado é o de que Jean Paul não estaria alcançando os resultados esperados na velocidade desejada pelo governo na Petrobras. Em declaração ao blog, Jean afirmou que respeita a decisão, porém destacou que não pode deixar de mencionar que a demissão foi motivada por intrigas palacianas.

Ainda na noite desta terça-feira, a Petrobras emitiu um comunicado anunciando o "encerramento antecipado de seu mandato como Presidente da Petrobras de forma negociada". "Adicionalmente, o Sr. Jean Paul informou que, se e uma vez aprovado o encerramento indicado, ele pretende posteriormente apresentar sua renúncia ao cargo de membro do Conselho de Administração da Petrobras", acrescentou a estatal.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Política
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA