Geraldo Alckmin anuncia nomes para a equipe de transição do governo Bolsonaro para o de Lula; vídeo

Transição deve ser conduzida por uma equipe de até 50 pessoas. Lula vai assumir a presidência do Brasil no dia 1º de janeiro de 2023

O Liberal

O vice-presidente eleito Geraldo Alckmin, coordenador da equipe de transição, assina portaria, na tarde desta terça-feira (8), que oficializará a equipe que vai desenvolver os trabalhos juntamente com o atual governo. A equipe vai trabalhar na sede do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) em BrasíliaAssista abaixo:

VEJA MAIS

image ​Transição de Lula se reúne com ​Comissão de Orçamento nesta terça
​Quem preside a Comissão é o deputado federal paraense Celso Sabino. Ainda não há informações sobre o que será discutido.

image Alckmin é nomeado por Ciro Nogueira para Cargo Especial de Transição de Governo
O vice-presidente foi escolhido por Lula para coordenar a equipe, enquanto o Ministro da Casa Civil chefia os trabalhos pelo lado do governo de Jair Bolsonaro

image Bolsonaro já autorizou transição, afirma Ministro da Casa Civil
Ciro Nogueira afirmou que já conversou com presidente do PT, Gleisi Hoffman, sobre o processo

O governo eleito tem direito a 50 cargos para a transição, que serão oficializados na tarde desta terça-feira. Por parte do atual governo, a transição está sendo feita pelo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira.

Portarias

O vice-presidente eleito assinou três portarias. A primeira é a que institui o Gabinete de Transição Governamental. A segunda designa os coordenadores. O ex-ministro Aloizio Mercadante será o coordenador do grupo técnico. “Nós teremos 31 grupos técnicos”, disse Alckmin. O ex-deputado federal Floriano Pesaro foi escolhido para ser o coordenador-executivo do gabinete. E a deputada Gleisi Hoffmann será a coordenadora da articulação política.

A terceira portaria, explicou o coordenador da equipe de transição, “nós solicitamos ao TCU [Tribunal de Contas da União], ao seu presidente, Bruno Dantas, cópias dos relatórios de tomadas de contas, auditorias, inspeções, levantamentos” e outros documentos que vão auxiliar os trabalhos do Gabinete de Transição.

Alckmin disse que diariamente serão anunciados nomes que comporão os grupos de trabalho, “que não têm um número limitado”. E anunciou nomes do grupo técnico da área de economia André Lara Resende, Guilherme Mello e Nelson Barbosa, Pérsio Arida.

Anunciou também o grupo técnico de assistência social, com Simone Tebet, Márcia Lopes, ministra Tereza Campello e André Quintão.

Conselho tem partidos aliados

A portaria também nomeia o conselho político, com representantes dos partidos que apoiaram ou passaram a apoiar a coligação de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Serão membros desse conselho: Antonio Brito (PSD), Carlos Siqueira (PSB), Daniel Tourinho (Agir), Felipe Espírito Santo (Pros), Gleisi Hoffmann (PT), Guilherme Ítalo (Avante), Jefferson Coriteac (Solidariedade), José Luiz Penna (PV), Juliano Medeiros (PSOL), Luciana Santos (PCdoB), Wesley Diógenes (Rede) e Wolney Queiroz (PDT).

Política
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA