Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Eduardo Imbiriba vence disputa no Pará pela presidência da OAB

Candidato da situação com a chapa ‘OAB sempre à frente’ teve a preferência dos eleitores

O Liberal

O candidato da situação, Eduardo Imbiriba, que teve ao lado a vice Luciana Gluck Paul na chapa “OAB sempre à frente", venceu as eleições ocorridas nesta quinta-feira (18) em todo o Estado para a presidência da Ordem dos Advogados do Brasil-seção Pará (OAB-PA). O resultado parcial dos votos da capital dava a vitória à chapa oposicionista de Sávio e da vice Brenda Araújo, mas a apuração do interior propiciou a virada e a vitória da chapa da situação, "OAB sempre à frente".

VEJA MAIS:

Votação da OAB Pará é realizada com tranquilidade e apuração já começou Resultado deve ser conhecido por volta das 19h

Candidatos à presidência da OAB Pará acompanham votação no Centur, em Belém Eduardo Imbiriba e Sávio Barreto estão acompanhados de seus respectivos candidatos a vice na chapa, Luciana Gluck Paul e Brenda Araújo

No discurso logo após a vitória, que foi oficialmente confirmada às 23h, Eduardo Imbiriba disse que ia fazer da OAB “uma instituição cada vez mais altaneira”. O presidente eleito disse que a OAB está “acima de partido, está acima de ideologia, porque o partido da OAB chama-se Constituição Federal e a democracia no Brasil”.

Eduardo Imbiriba vence disputa no Pará pela presidência da OAB

Quase 13 mil advogados estavam aptos a votar. A chapa vencedora recebeu 4.355 votos e a chapa derrotada, 4.091.

Eduardo Imbiriba fala das propostas de campanha para a presidência da OAB-PA Eleições serão no dia 18 de novembro

Em entrevista ao Grupo Liberal, o presidente eleito disse que as prioridades da gestão serão “a defesa das prerrogativas e interiorizar cada vez mais; a prioridade da gestão sempre vai ser a qualificação jurídica de toda advocacia”.

Novo presidente da OAB será eleito nesta quinta-feira (18) Quase 13 mil advogados irão às urnas. Em Belém, votação será no Centur

Apuração

Foram quase seis horas de apuração. O processo de votação começou às 9h e foi até as 17h, começando imediatamente a apuração.

O juiz eleitoral e advogado Diogo Condurú, presidente da comissão eleitoral, disse que a apuração foi demorada porque “nós temos muitas subseções no interior, o TRE não cede, por uma questão de segurança, o programa de apuração, por isso temos que apurar manualmente, embora utilizemos urnas eletrônicas”. Diogo Condurú afirma que foi preciso aguardar as informações do interior chegar à capital; “Hoje houve aquilo que a comissão eleitoral se prestou a fazer: entregar para a Ordem dos Advogados do Brasil e para os eleitores uma eleição transparente, uma eleição justa, com fiscais de ambas as chapas”. O Juiz eleitoral disse que com o processo, a “advocacia, no final do dia, festejou a democracia”.

 

Palavras-chave

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA