Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Ciro Gomes diz que se Lula for eleito Brasil amanhecerá ‘em guerra’

O pré-candidato à Presidência também disse ser "humilhado" por declarações que afirmam que ele não tem chances de vencer as eleições

O Liberal

Pré-candidato à Presidência da República pelo PDT e terceiro lugar nas pesquisas, Ciro Gomes declarou que se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva for eleito, o Brasil irá "amanhecer em guerra" no dia seguinte ao pleito. “Você acha que se o Lula for eleito o país vai amanhecer mais ou menos pacificado? [Vai amanhecer...] em guerra. Você acha que o Lula tem condições de oferecer uma agenda de enfrentamento à corrupção? Ele não tem condição nem de falar no assunto”, declarou. As informações são do Portal UOL.

As declarações foram dadas nesta segunda-feira (6), em entrevista ao podcast Flow. Na ocasião, o pré-candidato do PDT disse ser "humilhado" por declarações que afirmam que ele não tem chances de vencer as eleições. Ainda assim, reafirmou que se mantém na disputa.

VEJA MAIS

Lula e esposa, Janja Silva, atestam positivo para covid-19; estado de saúde é estável
O ex-presidente Luís Inácio da Silva e a atual esposa anunciaram nas redes sociais que estão doentes

Serra defende que PSDB busque alternativa para romper polarização entre Lula e Bolsonaro
O senador também reconhece que os tucanos não foram “explícitos” na crítica ao atual presidente da República e lamenta a “perda” de Geraldo Alckmin

'Pode atirar', dispara Tiago Leifert caso tivesse que votar entre Lula e Bolsonaro
Apresentador e comentarista de futebol, Tiago falou sobre o tema em uma entrevista ao jornalista Rica Perrone

"Fui candidato já três vezes. Se eu não tivesse muito amor ao Brasil, colocava minha viola no saco e ia cuidar da minha vida. Mas estou aqui agarrado, feliz da vida. Todo mundo me humilha — 'ah, não tem chance'. Deixa o povo votar", afirmou.

Segundo ele, a estratégia é conquistar o eleitorado que prefere não votar nem em Lula, nem em Bolsonaro. "Imagina meu sentimento pessoal? 64 anos de idade, 40 dedicado a isso. Não tenho nada, empresa, coisa nenhuma, só dedicado a isso. Acordo de madrugada, durmo tarde, faço pelos cotovelos, ouço as agressões mais insultuosas, tipo lá o Duvivier, o cara vai lá no programa com maior leviandade...", disse, mencionando um debate com o ator Gregório Duvivier que rendeu um atrito entre ambos.

Palavras-chave

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA