Bonner interrompe debate durante troca de acusações entre Lula e Kelmon: ‘Agressão e ofensa pessoal’

Os ânimos se exaltaram entre os candidatos no terceiro bloco do último debate entre presidenciáveis antes do primeiro turno

O Liberal

Os ânimos se exaltaram entre os candidatos Luís Inácio Lula da Silva (PT) e Padre Kelmon (PTB), no terceiro bloco do último debate entre presidenciáveis antes do primeiro turno, promovido pela TV Globo, que começou na noite desta quinta-fera (29). Após constantes interrupções da fala dos adversários, o mediador William Bonner precisou parar o debate enquanto os candidatos trocavam acusações. Lula chegou a dizer que Kelmon estava “fantasiado de padre” e o petebista chamou o candidato do PT de “abotista”.

VEJA MAIS 

Debate começa com pedidos de direito de resposta e troca de acusações entre Lula e Bolsonaro
O último encontro entre os presidenciáveis ocorre hoje (29) na TV Globo

Soraya chama Kelmon de ‘padre de festa junina’ e questiona: ‘Não tem medo de ir para o inferno?’
Embate entre os candidatos também marcou os dois primeiros blocos do debate

Candidatos à presidência já estão no estúdio para o debate da TV Globo
Último encontro dos postulantes ao mais alto cargo do Executivo Federal antes da eleição começa após a novela Pantanal, por volta das 22h30, desta quinta-feira (29)

"Eu peço desculpa ao público pela cena que, nesse momento, está se desenrolando aqui, porque infelizmente nao está havendo o cumprimento de um ordenamento que tinha sido feito, de uma combinação de todos os candidatos. Enquanto nós vamos tentar acalmar os candidatos, eu posso pedir o intervalo, senhores? Ou os senhores vão se conter e dar sequencia ao debate? Em respeito aos demais candidatos que estão aqui. Eu peço, por favor, que se acalmem. Eu, mais uma vez, vou lembrar que os senhores todos assinaram documentos para estarem aqui perante o público brasileiro apenas para debater, e não para esse tipo de agressão e ofensa pessoal", disse o jornalista.

Debate da Rede Globo

Tudo começou quando o candidato petebista escolheu o petista para perguntar. “Vários de seus comparsas foram presos e disseram que você era o chefe do maior esquema de roubo e corrupção da história mundial. (...) Explique para o povo porque tanta gente próxima a você foi presa e te denunciou. Você era o chefe do esquema?”, disse Kelmon.

“Primeiro acho que o candidato está um pouco desinformado e só ler o que quer”, começou Lula, enquanto era interrompido por Kelmon. Bonner parou o debate pela primeira vez “Candidato kelmon, eu não consigo entender, já falei algumas vezes. O senhor compreendeu que têm regras o debate e que basta cumpri-las? Quando o candidato está falando, é só o senhor aguardar, o senhor vai ter direito à réplica, é assim que funciona. Por favor, respeito ao público”, brigou Bonner. 

“Candidato laranja não tem respeito por regra, candidato laranja faz o que quer. Eu tive 26 denúncias mentirosas da pessoa que depois foi ser ministra do atual governo. Eu tive uma quadrilha montada no Ministério Público que nós conseguimos provar a culpabilidade deles. Fui absolvido em 26 processos dentro do Brasil. Fui absolvido pela Suprema Corte e fui absolvido em dois processos da ONU e, ainda, na quarta-feira, fui absolvido outra vez. (...) Então, eu queria dizer uma coisa muito séria, quando quiser falar de corrupção, olhe para outro e não para mim”, continuou o petista.

“O senhor é o responsável pela corrupção do brasil. Todos sabemos que o senhor cometeu esse atos, porque o senhor é descondenado, o senhor não deveria nem estar aqui como candidato a presidente da Republica. Por que o senhor está aqui? O senhor sabe porque, o senhor é cínico, mente, o senhor é um ator, mente o tempo todo”, disse Kelmon na réplica, sendo interrompido por Lula, iniciando uma troca de ofensas e acusações.

Debate continuou após ‘bronca’

Após a “bronca” de Bonner, Kelmon continuou: “você deveria falar a verdade para as pessoas e não mentir. O senhor falou em vídeos na internet, que o senhor não precisa de padre, que padre tem que ficar no lugar dele na igreja. “Vocês mentem o tempo todo para o povo, vocês não acreditam no cristianismo, porque vocês não vivem o cristianismo, vocês perseguem os cristãos”.

“Deixa eu dizer uma coisa padre, eu tenho uma história de vida, que talvez o senhor não conheça. Eu vou voltar a ser presidente da República, porque o povo brasileiro está cansado de gente da sua espécie, de gente mentirosa, de gente que tenta tirar proveito. Você nem deveria se apresentar aqui como candidato, da onde você veio?”, respondeu Lula na tréplica, sendo interrompido novamente pelo padre.

“Eu sou cristão, casado na igreja, batizado, crismado e frequentador da igreja, mas eu não estou vendo na sua cara um representante da igreja. Eu estou vendo aqui um impostor, alguém disfarçado que não sei como conseguiu enganar tanta gente. talvez porque o seu chefe não pôde ser candidato”, finalizou Lula.

 
Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA