Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

VÍDEO: Jovem denuncia importunação sexual em embarcação no Pará

Vítima diz ter sido apalpada nas partes íntimas enquanto dormia em uma rede, ao lado da mãe

Redação Integrada

Câmeras de segurança em uma embarcação, que fazia o trajeto São Sebastião da Boa Vista - Belém, registraram um suposto ato de importunação sexual durante a madrugada da última segunda-feira (11), no Pará. Vítima da ação, a estudante Jennyfer Lara registrou um boletim de ocorrência sobre o caso, no dia do crime, na Seccional de São Brás. De acordo com o relato da vítima, o homem passou as mãos em suas partes íntimas, no momento em que ela dormia em uma das dezenas de redes atatadas pelos passageiros.

A viagem, que teve início às 21h, tinha previsão de término às 4h da manhã do dia seguinte e por isso a maioria dos passageiros dormia no momento em que o acusado foi flagrado, por uma câmera de segurança, agindo na surdina. Ele foi identificado como Rafael Araújo Chagas. A reportagem tenta contato com o suspeito.

Ainda segundo a ocorrência, a vítima só acordou porque percebeu o toque, que teria ocorrido ainda outras duas vezes. Segundo o B.O., a mulher diz ter preferido não "fazer alarde porque ele saiu antes que ela o visse". Entretanto, a jovem decidiu avisar a mãe, que estava deitada ao lado, e também ficou em alerta.

Em determinado momento, o acusado é visto próximo da rede das vítimas. Em seguida, algumas mulheres reagem e uma pequena confusão tem início e o homem é acuado pelas passageiras.

Em nota, a Polícia Civil confirmou que a ocorrência foi registrada na Seccional de São Brás e "será tramitada para a Divisão Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), para que o caso seja devidamente investigado". O comunicado informou ainda que, "auanto à atuação da autoridade policial, a corregedoria da instituição adotará as providências cabíveis para apurar a denúncia relatada pela vítima".

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA