Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Segurança da Igreja Trindade que agrediu sem-teto será ouvido pela Polícia nesta quarta (11)

Caso ganhou repercussão nacional. Expectativa é pela argumentação do acusado, como parte das investigações em curso.

O Liberal

O segurança acusado de agredir um homem em situação de rua nas proximidades da igreja da Paróquia da Santíssima Trindade, no centro de Belém, será apresentado na Seccional Urbana do Comércio nesta quarta-feira (11), por volta das 9h. A informação foi adiantada nesta nesta terça-feira (10), por Ivanildo Alves, advogado de defesa do acusado. A expectativa, agora, é pela argumentação do acusado com relação ao fato. O caso, registrado em imagens que viralizaram nas redes sociais, teve repercussão nacional. Veja o vídeo.

O advogado Ivanildo Alves informou ter sido contratado pelo próprio acusado para promover sua defesa. "Meu contrato de trabalho, portanto, é entre ele e eu", reforçou o operador de Direito. Ele fez questão de destacar que sua atividade não tem nenhum vínculo com a Igreja Católica. O advogado informou ainda quea delegada que atua no caso, conhecida como delegada Rose, intimou o cliente dele. "Cumpriremos a determinação da autoridade policial", afirmou, referindo-se à apresentação do segurança na seccional.

VEJA MAIS

Belém: segurança da Igreja da Trindade é filmado agredindo homem; vídeo Caso está sendo apurado pela Arquidiocese de Belém. A denúncia ganhou repercussão quando o padre Júlio Lancetlotti, de São Paulo, publicou o vídeo nas redes sociais

O segurança está lesionado, com uma luxação no pé direito, como efeito da situação com o homem em situação de rua. Acerca dos argumentos da defesa do acusado, Ivanildo Alves detacou: "Igreja é um local de meditação e oração. As imagens veiculadas em rede social não retratam o episódio em sua inteireza. A polícia judiciária poderá requisitar as imagens completas para podermos fazer uma análise também completa do episódio".

"Cristo quando usou de um chicote no famoso episódio dos vendilhões do templo, não mereceu censura, porque o direito sempre protegeu o sagrado, os objetos religiosos, a sacralidade dos templos de qualquer religião. No Código Penal, no art. 208, o legislador penal pune quem impede ou perturba cerimônia ou prática de culto religioso", acrescenta o advogado.

Advogado experiente atua na defesa do segurança

O advogado criminalista, professor, palestrante e escritor Ivanildo Ferreira Alves tem experiência na seara jurídica e em outras frentes. Em abril último, ele foi eleito presidente da Academia Paraense de Letras (APL). Ivanildo já atuou como vereador de Belém, deputado estadual e secretário de Estado de Segurança Pública.

É mestre em Direito e capitão da Polícia Militar do Estado do Pará, professor auxiliar da Universidade Federal do Pará, professor adjunto da Universidade da Amazônia e da Faculdade Pan Amazônica. Ele é autor dos livros "O Mercador de Túmulos", "Contos da Amazônia" e "Crimes Contra a Vida".

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA