Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Sargento da PM é golpeado na cabeça com facão após tentar apartar briga no Marajó

O policial é lotado na 32ª Companhia Independente da Polícia Militar (32ª CIPM), em Cametá, município nordeste do Pará

O Liberal

O sargento Moisés foi atingido na cabeça com um golpe de facão na noite desta segunda-feira (27). A vítima estava a serviço no município de Chaves, na ilha do Marajó. Ele tentou apartar uma briga que acontecia em uma praça do município quando foi surpreendido pelo ataque.No entanto, a Polícia Militar não soube informar o local exato onde aconteceu a agressão. Moisés é lotado na 32ª Companhia Independente da Polícia Militar (32ª CIPM), em Cametá, município nordeste do Pará. Até o momento, ninguém foi preso. O suspeito de cometer o crime foi identificado como “Doidinho”. 

Informações do Blog Leosam Arnoud, dizem que Doidinho seria usuário de drogas e teve um surto psicótico. O Corpo de Bombeiros e a PM foram acionados. Ao chegar no local, as equipes avistaram Doidinho com um facão. O sargento tentou se aproximar e foi golpeado na cabeça.

Doidinho tentou fugir por uma área de mata e acabou sendo atingido no rosto por um tiro de borracha. Ele foi capturado e levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).  

Após ser golpeado, o sargento foi socorrido e o Hospital Regional de Cametá. Ele apresentou melhoras e foi liberado. Ele segue descansando onde mora e permanece em recuperação. Doidinho estaria hospitlizado em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). 

Em um vídeo compartilhado nas redes por volta de 23h20 desta segunda-feira (27), o sargento Moisés agradece as orações da família e colegas de farda.

“Para os irmãos se acalmarem. Graças a Deus estou bem. Livramento de Deus. Deus está na frente, meu escudo e proteção. Ele que nos guarda e nos protege, amém?. Não se preocupe não, pode ficar à vontade todo mundo, tranquilo. Agradeço as orações dos irmãos, que oraram. Continuem orando aí que estou bem. Graças a Deus”, diz o militar deitado com tranquilidade na voz enquanto está deitado maca e de cabeça enfaixada.

A PM disse que ainda não há muito informações sobre o ocorrido e que o caso segue em investigação. 

A redação integrada de O Liberal solicitou mais informações para as policias Civil e Militar sobre mais atualizações do caso e aguarda um retorno.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA