Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

PRF apreende 385 caixas de cerveja sem qualquer documento fiscal, em Santarém

O flagrante foi nesta segunda-feira (11) 

O Liberal

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 385 caixas de cerveja sem nota fiscal, em Santarém, município do sudoeste do estado. O veículo, um caminhão assim como as cervejas foram apreendidos durante fiscalização no km 995, da BR-163, no município de Santarém, região oeste do Pará. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (11). 

Segundo a PRF, a equipe abordou o citado caminhão em fiscalização de rotina na estrada. O condutor, porém, não apresentou qualquer documentação fiscal que autorizasse o transporte das mercadorias. 

VEJA MAIS

Cerveja pode ficar mais cara; consumidores já sentem altas
Guerra é um fator que influencia no custo elevado do produto.

Rússia x Ucrânia: saiba como a guerra pode afetar o preço da cerveja
O efeitos da guerra entre Rússia x Ucrânia afetam diversos setores, inclusive o preço da a 3º bebida mais consumida no mundo

Constata a ilegalidade no transporte da carga, os patrulheiros rodoviários federais detiveram o veículo e a carga e os encaminharam ao órgão competente, no caso, a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), para a realização dos procedimentos cabíveis. 

O motorista, informou a PRF, foi levado à Delegacia de Polícia Civil de Santarém (PA), onde assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi liberado. 

A BR-163 é uma rodovia federal e em seu trecho principal liga as cidades de Tenente Portela, no Rio Grande do Sul, a Santarém, no Pará. A via tem ainda um trecho complementar entre os municípios de Oriximiná e Óbidos, ambos também no oeste paraense.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA