CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X
logo jornal amazonia

Prefeitura de Tucuruí decreta luto após acidente com ônibus do IFPA

Segundo a gestão municipal, a cidade ficara em luto ofical por três dias. O incidente com o veículo, que transportava 40 passageiros, resultou na morte de um aluno e três servidores da instituição

Fabyo Cruz
fonte

A prefeitura de Tucuruí decretou, nesta segunda-feira (27/5), luto oficial na cidade por três dias devido ao acidente envolvendo um ônibus do Instituto Federal do Pará (IFPA), que colidiu com o muro do túnel das eclusas da Usina Hidrelétrica de Tucuruí, no sudeste do Pará, no último domingo (26/5). O incidente com o veículo, que transportava 40 passageiros, resultou na morte de um aluno e três servidores da instituição.


Leia abaixo, na íntegra, a nota divulgada pela prefeitura:


“A Prefeitura Municipal de Tucuruí (PMT) comunica que o prefeito de Tucuruí, Alexandre Siqueira, assinou o decreto N. 031/2024, de 27 de maio de 2024, que atribui luto oficial em Tucuruí, por 3 dias, a contar desta segunda-feira, 27. O luto oficial é devido ao consternamento da comunidade tucuruiense e o sentimento de solidariedade, dor e saudade pela perda das quatro vítimas fatais do acidente com o ônibus do IFPA, ocorrido no domingo, 26, em Tucuruí”.


Relembre o caso:

 

No domingo, testemunhas que presenciaram o acidente informaram às autoridades de segurança que um veículo teria colidido com o muro do túnel das eclusas da Usina Hidrelétrica de Tucuruí. Rapidamente as imagens da tragédia repercutiram nas redes sociais. Devido ao trágico acidente com o ônibus do IFPA de Vigia e Castanhal, na cidade de Tucuruí, a instituição decretou luto oficial de três dias e a suspensão de todas as atividades acadêmicas nos campi no Pará.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA