Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Prefeito de Tailândia sofre tentativa de homicídio na noite desta segunda

O suspeito foi preso portando uma pistola calibre 38

O Liberal

​O prefeito de Tailândia, Paulo Liberte Jasper, o “Macarrão”, foi alvo de uma tentativa de homicídio na noite desta segunda-feira, 17, na portaria de sua residência. O suspeito foi rendido a tempo de efetuar os disparos de arma de fogo nas costas do prefeito. Com o homem, que não teve identidade revelada, foram apreendidos uma pistola .380, munições e dinheiro. Não há informações sobre o que teria motivado o crime, que agora será investigado pela Polícia Civil.

Na delegacia, “Macarrão” relatou que, desde o último sábado, 15, já vinha suspeitando do criminoso, que, segundo ele, rondava a sua residência, e reapareceu na noite desta segunda, inclusive burlando a segurança do local, alegando que estava ali para pedir ajuda. “Já desconfiados, ligamos ao delegado e pedimos ajuda. Mandou um policial descaracterizado. Ele entrou burlando o vigia. Chegando lá, me dirigi a ele. Tranquilo, falou que precisava de ajuda”, iniciou “Macarrão”, durante uma live nas redes sociais do Portal Tailândia.

“Pedi que aguardasse e fui acabar de resolver as questões com o secretário de Meio Ambiente. Quando eu virei as costas, sacou a arma, já havia um policial gritando com ele com a arma em punho: ‘Joga a arma no chão’. Jogou. E aí foi imobilizado, algemado e trago até a delegacia. Foi apreendida uma pistola com 13 cápsulas, mais 39 cápsulas no bolso, cocaína, dinheiro, documento”, detalhou o prefeito. “Vamos acreditar na justiça e nas investigações da polícia”, finalizou.

De acordo com o delegado Márcio Nogueira, da Polícia Civil, não serão fornecidos maiores detalhes sobre o crime, para não comprometer as investigações. “A gente conseguiu intervir de forma rápida, para evitar uma tragédia. Ele vai ficar preso por tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo, além da questão da droga”, explicou o delegado, ao adiantar que o criminoso já possui antecedentes criminais, por exemplo, por violência doméstica.

Ainda segundo Nogueira, a Polícia Civil já teve acesso aos áudios ameaçadores enviados ao prefeito, os quais “revelavam intenção de matar mesmo”, afirmou. Quanto ao comportamento do suspeito, o delegado Márcio avaliou que se trata de uma pessoa extremamente fria. "Ele tem momentos de lucidez, fala perfeitamente. Em outros momentos, ele não fala nada com nada", disse, ao finalizar informando que as investigações irão esclarecer se existe um mandante por trás do crime.

 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA