Personal trainer morre em acidente durante perseguição policial

Mulher estava de moto no cruzamento e, segundo PMs, avançou preferencial

Redação Integrada

Na tarde desta quinta-feira (09) a preparadora física Aldeane dos Santos Silva, de 29 anos, morreu em um grave acidente de trânsito durante uma perseguição policial em Parauapebas, município do sudeste paraense. A mulher morreu no local, e além da moto, a viatura ainda atingiu um carro estacionado na via e um poste de energia elétrica.

Era por volta de 16h30 quando uma viatura do Grupo Tático Operacional (GTO), da Polícia Militar, começou a perseguição a uma motocicleta com duas pessoas no bairro Cidade Jardim. Os policiais alegam que, quando viram a viatura, os dois suspeitos na moto fugiram em alta velocidade, o que obrigou a PM a ir atrás deles. 

No cruzamento da rua RN1 com a W01, Aldeane, que estava em uma motocicleta Honda 125 preta, teria avançada a preferencial. Os militares na viatura acabaram colidindo com ela e arrastando a motocicleta e a preparadora física por alguns metros. O carro da polícia ainda colidiu com um automóvel Fiat Uno estacionado, parando somente quando acertou um poste na beira da rua, o que causou queda de energia elétrica em casas da região.

O Corpo de Bombeiros Militar foi acionado ao local para prestar socorro à mulher, mas Aldeane morreu quase que instantaneamente. A Polícia Civil foi ao local para analisar a cena do acidente, bem como os peritos no Núcleo Avançado do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, que trabalharam na remoção do corpo da vítima. O Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT) coordenou o tráfego na área e removeu o carro atingido pela viatura ao pátio do órgão. Foram os PMs envolvidos na colisão quem registraram o caso na delegacia.

Nas redes sociais, amigos e alunos da personal trainer lamentaram a morte dela, que era casada e deixa um filho. A academia onde ela trabalhava divulgou uma nota de pesar e suspendeu as atividades durante o final de semana como sinal de luto e respeito.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA