Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Operação integrada vai mobilizar 6.600 agentes de segurança pública no Pará

A ação segue até o dia 3 de janeiro em todos os 144 municípios paraenses

Ana Carolina Matos / O Liberal

Cerca de 6.600 agentes de segurança pública entram em cena na primeira e segunda fase da operação integrada "Festas Seguras", realizada pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup). Sob a forte chuva desta sexta-feira (3), homens e mulheres de diversos órgãos participaram do lançamento da força-tarefa, que ocorreu na Praça da Bandeira, em Belém, e também simultaneamente no ginásio Dr. Almir Gabriel "Abacatão", em Ananindeua, e na Praça Antônio Perdigão Bastos "Matriz", em Marituba.

A ação segue até o dia 3 de janeiro em todos os 144 municípios paraenses, mobilizando integrantes das polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Departamento de Trânsito do Estado (Detran), Centro Integrado de Operações (Ciop), Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPCRC), Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Grupamentos Aéreo e Fluvial, Guarda Municipal de Belém, Secretaria de Mobilidade Urbana de Belém (Semob), além de órgãos municipais de segurança dos municípios paraenses.

Secretário de Segurança Pública e Defesa Social em exercício, o coronel Alexandre Mascarenhas explica que a ação será dividida em dois momentos: o primeiro para intensificar a segurança nas principais áreas comerciais no mês de dezembro. "A gente sabe que nessa época do ano com o pagamento do 13º salário, a sociedade vai para as compras, seja compras de Natal, seja compras pra material de construção, pra reformar a casa.... Então para impedir a ação de meliantes, de pessoas contumazes na prática de crime, estamos reforçando o policiamento em todo o território estadual, com mais de 5.100 agentes de segurança pública", inicia.

Já a segunda fase será para reforço da segurança durante o movimento de procura pelos balneários durante o final do ano. "A outra parte da operação 'Boas Festas' foca no deslocamento das pessoas pra passar o réveillon nos balneários mais atrativos aqui no território paraense. A gente já sabendo dessa movimentação, dessa migração nessa época do ano, se antecipou. Nesse sentido, a gente planejou uma operação integrada levando mais de 1.500 agentes de segurança para esses balneários que são mais atrativos nesta época do ano", adianta o coronel.

Comandante geral da PM, o coronel Dilson Júnior ressalta a importância da integração entre as forças de segurança. "A gente sabe que a carga maior de efetivo empregado em qualquer operação que se faça é da Polícia Militar, mas o que a gente destaca é a integração dos órgãos que compõem o sistema segurança pública interagindo e trocando informações. É uma operação longa que vai durar um mês. É um um reforço significativo em que a população vai notar a presença dos agentes. É importante que todo o sistema esteja integrado nessa operação e que a gente consiga ter o resultado que a gente espera que é a redução da criminalidade", pontua.

Além do reforço de agentes nas principais seccionais da capital e interior do estado, a delegada-geral adjunta da Polícia Civil, Daniela Santos, explica que o trabalho investigativo também ganhará mais um gás neste período em que a criminalidade tende a aumentar. "Em paralelo a esse reforço dentro das unidades policiais, nós intensificamos as nossas atividades de inteligência policial, uma vez que esse período é muito suscetível a um aumento de crimes patrimoniais. Hoje nós sabemos que estes crimes não ocorrem só na área comercial, mas também em meios cibernéticos, por meio de fraudes e a polícia também volta a sua atuação para investigação desses crimes que tendem a ter um aumento nesse período do ano em que há uma grande movimentação de valores", conclui.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA