CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X
logo jornal amazonia

Operação da PC prende suspeitos de movimentar R$ 3 milhões com tráfico de drogas no Pará

A investigação teve início após a prisão em flagrante de um indivíduo com 94 quilos de maconha

O Liberal
fonte

Suspeitos de integrar um esquema de tráfico de drogas que movimentou R$ 3 milhões em seis meses foram alvos da operação "Héstia Infame", deflagrada nesta terça-feira (28), em municípios do Pará e de São Paulo. A ação, realizada pela Polícia Civil do Estado do Pará, por meio da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), deu cumprimento a 14 mandados de prisão e 11 de busca e apreensão. A PC também contou com o apoio operacional de diversas unidades especializadas.

De acordo com a polícia, os mandados foram expedidos pela Vara Criminal da Comarca de Capanema, no nordeste paraense. Das prisões, 13 ocorreram no Pará (Ananindeua; Castanhal; São Miguel do Guamá; Bragança; Capanema; Augusto Corrêa) e uma ocorreu em São Paulo (SP), ainda segundo a PC.

A investigação teve início após a prisão em flagrante de um indivíduo com 94 quilos de maconha, revelando a existência de núcleos criminosos atuando no fornecimento de entorpecentes na região do Salgado e do Caeté. Tamém segfundo a polícia, os valores foram movimentados no segundo semestre de 2023 e, em outubro do mesmo ano, a Denarc iniciou as investigações. 

“A apuração revelou o modus operandi e a logística dos grupos criminosos, identificando fornecedores, compradores e indivíduos que movimentavam o lucro do tráfico de drogas através de contas bancárias. Nos últimos seis meses, os investigados movimentaram cerca de 3 milhões de reais”, explica o delegado Davi Cordeiro, titular da Denarc.

Ainda conforme a PC, durante a operação, dois suspeitos foram presos em flagrante por porte de documentos falsos, um deles foragido desde 2019. Outro suspeito foi preso em flagrante com uma arma de fogo, munições e drogas. Além disso, foram apreendidos veículos, dinheiro, cartões bancários, aparelhos telefônicos e drones. Os presos foram encaminhados ao Sistema Penitenciário do Pará e estão à disposição da Justiça.

“A operação ‘Héstia Infame’ foi uma grande ação que desarticulou um esquema de tráfico de drogas milionário. A ação integrada entre diversas unidades policiais resultou na prisão de suspeitos e apreensão de drogas, armas e outros materiais, destacando a eficiência e a importância da colaboração entre forças policiais no combate ao crime organizado ", ressalta o delegado-geral da Polícia Civil do Pará, Walter Resende.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA