logo jornal amazonia

Mulher morre e homem é baleado após carro em que estavam ser perseguido por atiradores, em Itaituba

Isadora Letícia Araújo Fernandes não resistiu aos ferimentos. Dentro do veículo também estavam dois filhos do casal.

O Liberal

Uma perseguição terminou com a morte de uma mulher, na tarde da última sexta-feira (30), no bairro Bela Vista, em Itaituba, sudoeste do Pará. Segundo informações da polícia, um carro particular onde estavam um casal e os dois filhos, um adolescente e um bebê de seis meses, foi perseguido por criminosos, que o alcançaram e alvejaram o veículo. Isadora Letícia Araújo Fernandes foi baleada e não resistiu aos ferimentos. Com informações do portal Giro.

Câmeras de segurança flagraram o momento em que os suspeitos se aproximaram do automóvel e iniciaram a perseguição. Além de Isadora e dos dois filhos, dentro do carro estava o companheiro dela, identificado como Ronaldo de Jesus Moura, que também foi baleado. Não há informações se os filhos do casal ficaram feridos.

As vítimas foram socorridas e encaminhadas para o Hospital Regional do Tapajós (HRT). Isadora morreu ao dar entrada na unidade hospitalar. O carro em que a família estava foi encaminhado para o pátio da delegacia de polícia, e o caso será investigado.

Ainda segundo informações da polícia, Ronaldo possuía antecedentes criminais. Ele havia sido preso recentemente em uma operação da Polícia Militar, acusado de envolvimento com uma facção criminosa e de tentativa de homicídio. Ele estava em liberdade havia pouco tempo.

A polícia pede que qualquer informação que possa ajudar a identificar e localizar os autores do crime seja repassada às autoridades via Disque-Denúncia (181), ou ao Centro Integrado de Operações - Ciop (190). Não é necessário se identificar e a ligação é gratuita.

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA