Motorista de ônibus morre com facada no pescoço

Ivan Carlos dos Santos Souza foi encontrado morto na casa onde morava sozinho, no bairro da Sacramenta

Redação Integrada

O motorista de ônibus Ivan Carlos dos Santos Souza, de 56 anos, morreu no início da tarde desta terça-feira (13) após levar uma facada no pescoço. O crime ocorreu por volta das 13h30 na casa onde a vítima morava, localizada na passagem Vila Nova, entre as avenidas Pedro Álvares Cabral e Senador Lemos, no bairro da Sacramenta, em Belém. A vítima teria sido encontrada agonizando por uma vizinha, que pediu socorro para outras pessoas das redondezas.

Conhecido dos moradores por ser um homem tranquilo e discreto, Ivan Souza morava no local sozinho, há cerca de 20 anos, em uma kit-net alugada. Ele tinha apenas um filho, que o visitava raramente. A casa da vítima estava sem sinais de arrombamento, violência ou sinais de luta corporal. Por conta disso, a princípio levantou-se a suspeita de que Ivan teria cometido suicídio. A hipótese, entretanto, foi descartada pela perícia. "Pela caracterítica da lesão, foi de cima para baixo. Ele estava no chão, deitado em um colchonete e alguém, por trás, aplicou o golpe do lado direito", explicou o perito criminal José Cordeiro. 

Ainda segundo a análise pericial, ele foi encontrado com uma única lesão, "uma perfuração do pescoço, próximo da região da carótida". Cordeiro ressaltou ainda que a lesão em uma artéria carótida seria o suficiente para levar o motorista de ônibus à morte e que, após o golpe, ele teria ficado imóvel no local. "A mancha de sangue por escorrimento é bem característica do repouso final da vítima", detalhou.

Não houve roubo de documentos ou quantia em dinheiro. No local, foi encontrado apenas um boné com gotas de sangue, em outro cômodo da casa, item que servirá para a investigação do caso. 

Não há informações sobre o que teria ocasionado o assassinato. O crime será investigado pela Divisão de Homicídios da Polícia Civil.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA