Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Morte de pecuarista e família choca a cidade de Castanhal, no nordeste paraense

A família morreu em um acidente por volta das 4h da madrugada desta quinta-feira (16), no quilômetro 88 da BR-316, entre os municípios de Castanhal e Santa Maria do Pará

Patrícia Baía

A morte do empresário e pecuarista Norberto Amador da Costa, da esposa Rosana do Carmo Nascimento da Costa e do filho mais novo José Nascimento da Costa, chocou a cidade de Castanhal, no nordeste do estado.

A família morreu em um acidente por volta das 4h da madrugada desta quinta-feira (16), no quilômetro 88 da BR-316, entre os municípios de Castanhal e Santa Maria do Pará. A caminhonete Ford Ranger na cor prata em que estavam as três pessoas colidiu com um caminhão basculante, carregado de seixo, que trafegava no sentido Santa Maria – Castanhal.

O motorista do caminhão, identificado como Valtercy Rodrigues do Nascimento, também morreu no local.

De acordo com o caminhoneiro, José Haroldo Nascimento, que presenciou o acidente, o motorista do caminhão estava desde o município de São Miguel do Guamá trafegando em “zigue-zague” e fazendo ultrapassagens perigosas. “Eu tentei parar ele, jogava luz e tentei alcançá-lo várias vezes para avisar que ele estava todo errado na pista, mas não consegui. Quando eu avistei a caminhonete vindo, ele saiu da mão e colidiu”, explicou.

Muitos caminhoneiros pararam para tentar prestar socorro. O impacto entre os carros foi muito forte e a motorista da caminhonete foi lançada para fora do veículo. Os airbags do carro foram todos acionados, mas não evitaram a morte dos passageiros. A caminhonete ficou quase toda destruída.

O Corpo de Bombeiros chegou ao local por volta das 5 horas da manhã e todas as quatro pessoas já estavam mortas.

Pesar

Norberto Amador era ex-vereador do município e membro do Sindicato Rural de Castanhal. A família Amador Costa é muito querida na cidade e deixou a todos perplexos com a brutalidade do acidente “Eu não consigo acreditar que aconteceu tudo dessa forma. O Norberto era amigo da nossa família e a dona Rosana uma pessoa tão legal. Eram pessoas de bem e do bem. Tinham uma paixão pelos filhos e, em especial, pelo José que era o filho que nasceu já perto da velhice. Estavam sempre juntos”, lamentou a empresária Maria Trindade.

A prefeitura de Castanhal publicou uma nota lamentando a partida prematura da família.

Velório

A família está sendo velada no Parque de Exposição do Sindicato Rural de Castanhal e o enterro será em um cemitério particular da cidade.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA