logo jornal amazonia

Militar mata outro dentro do Ministério da Defesa, em Brasília

Após discussão, soldado teria atirado na cabeça de colega, que não resistiu

O Liberal
fonte

Uma briga por motivo ainda desconhecido resultou na morte de um soldado da Força Aérea Brasileira (FAB), na manhã deste sábado (19), dentro do prédio-sede do Ministério da Defesa, em Brasília (DF). Segundo informações que circulam na internet, o soldado Felipe de Carvalho Sales, de 19 anos, teria brigado com um colega de farda, o também soldado Kauan Jesus da Cunha Duarte, de 19 anos, por volta das 7h, e atirado nele, durante o procedimento de troca de turno. 

No meio da confusão, Felipe teria sacado uma arma e atirado contra Kauan, que morreu antes do socorro chegar. O local, agora, passa por perícia do Instituto de Criminalística, da Polícia Civil. O corpo do rapaz foi retirado por uma viatura do Instituto Médico Legal (IML), no final da manhã.  

O inquérito será conduzido pela FAB, sem participação da Polícia Civil, por se tratar de um crime militar. O Ministério da Defesa se manifestou sobre o fato por meio de uma nota divulgada à Imprensa. 

"É com profundo sentimento de tristeza e pesar que o Ministério da Defesa lamenta o incidente ocorrido, na manhã deste sábado (19.11), no alojamento da guarda, localizado no prédio anexo da Pasta, e que vitimou, por meio de disparo de arma de fogo, um militar da Força Aérea Brasileira (FAB). O Ministério rende as condolências aos familiares e amigos, pela irreparável perda. Neste momento de dor, a Defesa une-se às manifestações de solidariedade e de apoio à família, bem como acompanha a apuração e a investigação dos fatos, a serem conduzidas pela Força Aérea”, frisou o comunicado.

 
Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA