Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Metade dos municípios do Pará não tem mortes violentas há um mês

Levantamento da Segup também aponta que São João de Pirabas é a cidade mais segura: 405 dias sem registro de mortes

O Liberal

Dados da Secretaria Adjunta de Inteligente e Análise Criminal (Siac), vinculada à Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), apontam que metade dos municípios do Pará não registra mortes violentas há um mês. Os números também indicam a redução da violência em todas as regiões do Estado, no período de 6 de outubro de 2020 a 21 de novembro deste ano. O destaque é de São João de Pirabas, no nordeste paraense: 405 dias sem um crime violento letal intencional (CVLI).

Os CVLI são homicídios, latrocínios (casos em que uma vítima é roubada e assassinada) e lesões corporais seguidas de morte. Cachoeira do Piriá e Bragança (na região Nordeste), Ponta de Pedras e Muaná (no Marajó) e São Domingos do Araguaia (no Sul) são alguns dos municípios paraenses que estão há mais de 30 dias sem registrar nenhum desses crimes e estão na parcela de metade das cidades com mais de mês sem CVLIs.

Depois de São João de Pirabas, outros destaques na paz e preservação da vida são os municípios de Primavera (Nordeste), Sapucaia (Sudeste) e Terra Santa (Oeste), com mais de 300 dias sem nenhum crime CVLI. No ranking da segurança, Vitória do Xingu (Oeste), Aurora do Pará (Nordeste), Bagre e Ponta de Pedras (ambos no Marajó) aparecem com mais de 200 dias sem mortes violentas. Tracuateua e Quatipuru, no nordeste paraense, estão há mais de 100 dias sem que vidas sejam ceifadas pela violência.

Presente no plano de segurança pública do governo do Estado, a descentralização da gestão é realizada nas Regiões de Integração da Segurança Pública (Risp), que recebem o Projeto “Segurança Por Todo o Pará”. A integração e os investimentos nas guardas municipais, que atuam em conjunto com os órgãos de segurança pública do Estado, são apontados como fatores importantes na contenção dos CVLIs pelo território estadual.

"A nossa missão, enquanto gestores de segurança pública, é prover a paz social a todos que moram no Estado. Desta forma, assim como alcançamos resultados significativos na queda do crime na Região Metropolitana de Belém, estamos também tendo um olhar e uma atenção para o interior paraense, sempre analisando os índices e as necessidades de cada localidade, a fim de promover, cada vez mais, paz e tranquilidade a todos", afirmou o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social em exercício, coronel Alexandre Mascarenhas.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA