logo jornal amazonia

Menina de 10 anos é estuprada na saída da escola em Medicilândia

O suspeito do crime foi preso. No celular dele, a polícia teria encontrado várias fotos da vítima

O Liberal

​Uma menina de 10 anos foi estuprada, na manhã desta terça-feira (6), no momento em que retornava da escola, na zona rural do município de Medicilândia, no sudoeste do Pará. A vítima foi socorrida e está internada em um hospital. De acordo com informações do site A Voz do Xingu, a menina teria sido sequestrada por um homem que era conhecido da família e trabalhava na mesma propriedade rural onde a criança vive com os pais. O suspeito foi preso logo após o crime. Ele é ex-presidiário e responde por homicídio, diz o site.

O homem teria levado a criança para​​ uma plantação de cacau. Ainda segundo A Voz do Xingu, além de abusar sexualmente da menina, o suspeito ainda teria tentado matá-la com um corte na região do pescoço.

VEJA MAIS

image Homem é preso por estuprar criança da mesma família na zona rural de Parauapebas
Com o suspeito, a polícia encontrou ainda uma espingarda, motivo pelo qual ele também foi autuado por porte ilegal de arma de fogo

image Suspeito de estupro de vulnerável é preso em Serra Pelada
Contra o homem de 47 anos havia um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça de Parauapebas, cidade onde o crime ocorreu

image Menina de 12 anos morre após tomar chá de ervas para interromper gravidez
A Polícia Civil do Maranhão investiga se a criança foi vítima de estupro

Ao perceber que a menina não tinha retornado para casa, familiares e amigos saíram em busca dela. A garota foi localizada desacordada no meio de uma lavoura. Ela foi reanimada e encaminhada para o Hospital Público de Medicilândia, onde segue internada. Segundo o hospital, o estado de saúde da criança é estável e ela não corre risco de morte.

Durante diligências, a polícia localizou o suspeito a cerca de 4 quilômetros da rodovia Transamazônica. Ele foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil, onde foram realizados os procedimentos legais. No aparelho celular do suspeito, os policiais teriam encontrado várias fotos da vítima.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA