logo jornal amazonia

Homem é preso por estuprar criança da mesma família na zona rural de Parauapebas

Com o suspeito, a polícia encontrou ainda uma espingarda, motivo pelo qual ele também foi autuado por porte ilegal de arma de fogo

O Liberal

​Um homem de 47 anos foi preso na manhã desta terça-feira (6), por volta das 7h30, suspeito do crime de estupro de vulnerável e porte ilegal de arma de fogo. A prisão ocorreu em uma residência na ocupação Terra Roxa, na zona rural de Parauapebas, no sudeste do Pará. ​A vítima recebeu atendimento, mas seu estado de saúde não foi divulgado. ​As informações são do site Correio de Carajás.

De acordo com informações da Polícia Civil, a Polícia Militar recebeu denúncias que a criança teria sido agredida e abusada sexualmente pelo suspeito. Ainda segundo a polícia, o agressor e a vítima são da mesma família.

VEJA MAIS

image Menina de 10 anos é estuprada na saída da escola em Medicilândia
O suspeito do crime foi preso. No celular dele, a polícia teria encontrado várias fotos da vítima

image Suspeito de estupro de vulnerável é preso em Serra Pelada
Contra o homem de 47 anos havia um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça de Parauapebas, cidade onde o crime ocorreu

image Adolescente estuprada pelo padrastro pede socorro em posto de saúde
Na casa do suspeito, foi encontrada uma arma de brinquedo e pedaços de paus com pregos

A partir das informações recebidas, uma guarnição da PM se deslocou até o local, onde entrou em contato com o denunc​​iante, que repassou o endereço do suspeito. Ele foi encontrado em sua residência, onde estava junto da vítima.

Com ele também foi encontrada e apreendida uma espingarda, motivo pelo qual ele também foi autuado por porte ilegal do armamento.

O homem e algumas testemunhas foram conduzidos à 20ª Seccional de Polícia Civil, onde prestaram depoimento e foram aplicados os procedimentos cabíveis. A vítima também recebeu toda assistência necessária. O estado de saúde dela não foi informado.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA