Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Membros de facções criminosas de Parauapebas são capturados pela polícia

Um dos criminosos possuía dois mandados de prisão preventiva em aberto, ambos por homicídio

O Liberal (com informações do Correio de Carajás)

Alessandro Kelves Lima Moreira e Isael de Oliveira Ferreira, o Espartano, apontado como uma das lideranças do PCC em Parauapebas, foram presos na madrugada de domingo (25), junto a um adolescente, após uma abordagem da Polícia Militar em uma farmácia na avenida Liberdade, no bairro da Paz.

De acordo com o relato policial, uma guarnição percebeu duas pessoas em atitudes suspeitas dentro do estabelecimento e decidiu realizar a abordagem em Isael e no adolescente, que alegou estarem acompanhados de um motorista por aplicativo que aguardava do lado de fora.

Os militares então seguiram para a rua, mas não encontraram o motorista do veículo, que havia fugido deixando o carro para trás. No automóvel foram encontrados dois sacos de crack. O adolescente indicou um endereço que supostamente seria do suspeito que fugiu e a equipe foi ao local, mas não se tratava da residência dele.

De lá, os policiais retornaram ao ponto onde o carro estava estacionado e encontraram Alessandro. Com os três detidos, os policiais seguiram para a 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, onde também foram apresentados o carro e a droga.

Na unidade, os militares descobriram a existência de dois mandados de prisão preventiva expedidos contra Isael, ambos por homicídio. Identificou-se, ainda, que ele é considerado altamente perigoso e é “torre” da facção PCC, cargo que possui autorização para determinar execuções de outras pessoas. Alessandro e Isael foram autuados e encaminhados para a cadeia pública de Parauapebas.

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA