Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mais de 600 pessoas foram abordadas, no Pará, durante a operação Semana Santa

As ações, que visam coibir a criminalidade, prosseguem até esta segunda-feira

O Liberal

Até a manhã deste domingo (17), 657 pessoas, 167 carros e 277 motocicletas haviam sido abordados durante a Operação "Semana Santa", iniciada no último dia 15, sob a coordenação da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), em conjunto com demais órgãos estaduais e municipais de segurança.

Dez pessoas foram conduzidas à delegacia, 48 estabelecimentos comerciais (como bares e casas noturnas) fiscalizados com base no Decreto 2.044, além de 159 boletins de ocorrências registrados, 21 procedimentos instaurados e 13 fianças arbitradas.

Ainda segundo a Segup, o reforço de agentes da segurança pública nos principais balneários do Pará durante a Operação garante um final de semana tranquilo e sem grandes ocorrências em 38 localidades do Pará. As ações, que prosseguem até esta segunda-feira (18), visam coibir a criminalidade, fiscalizar estabelecimentos e fazer cumprir as determinações do Decreto 2.044, que prevê a política de incentivo à vacinação contra a covid-19.

Operação mobilizou mais de mil agentes

Com mais de mil agentes, o trabalho integrado inclui policiamento ostensivo, aplicação de sanções administrativas em situações de infração, atuação nas estradas estaduais e a fiscalização dos termos do decreto. Municípios com Abaetetuba, Barcarena, Bragança, Marapanim, Mocajuba e Marabá receberam as ações integradas de segurança. A expectativa do coordenador de Operações em Salinópolis, coronel Glauco Maia, é que a operação prossiga sem incidentes de grande culto, até o retorno na segunda-feira (18).

Uma das diretrizes observadas durante o período da operação é a Lei Seca, para autuar condutores de veículos que dirijam sob o efeito de álcool. Os motoristas e motociclistas são submetidos ao teste do etilômetro passivo. O trabalho, em Salinópolis, no nordeste paraense, é realizado pelo Detran, Polícia Rodoviária Estadual (PRE), com apoio da Polícia Civil nas delegacias, onde atuam equipes setorizadas para dar vazão aos procedimentos.

Segup instalou Centros Integrados de Comando e Controle em Salinópolis e na Ilha de Mosqueiro

Para direcionar e dinamizar a ação dos órgãos, a Segup instalou Centros Integrados de Comando e Controle (CICC) em Salinópolis e na Ilha de Mosqueiro (distrito de Belém), este em parceria com a Guarda Municipal, que tem funcionado em regime de plantão 24 h com equipes da Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Departamento de Trânsito, Guarda Municipal de Belém e demais órgãos.

Equipados com telas de projeção de imagens de videomonitoramento, rádio de comunicação e mapa tático, os centros agilizam o atendimento feito pelas guarnições às ocorrências. Também participam da operação o Grupamento Fluvial de Segurança Pública (Gflu), em conjunto com as polícias Militar e Civil, por meio da Companhia Independente de Polícia Fluvial (Cipflu) e Delegacia de Polícia Fluvial (Dpflu), além da Guarda Municipal de Belém e Capitania dos Portos. E são realizados patrulhamento ostensivo, fiscalizações de estabelecimentos e abordagens a embarcações em Belém e nas ilhas adjacentes.

 

 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA