Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Justiça afasta delegado e investigador da Polícia Civil acusados de diversos crimes

O delegado e o investigador estão impedidos de exercer suas funções no município, proibidos de portar arma de fogo e de entrar em contato com as vítimas ou testemunhas do caso

O Liberal

Atendendo ao pedido do Ministério Público, o juízo da Comarca de Oriximiná, no oeste paraense, decretou o afastamento do delegado de Polícia Civil Edmilson Bastos Faro e do investigador de Polícia Civil José Marcelo Pinheiro de Oliveira, ambos acusados de diversos crimes, entre eles extorsão, ameaças, invasão de domicílio, negligência no exercício das funções e abuso de autoridade.

O delegado e o investigador estão impedidos de exercer suas funções no município, proibidos de portar arma de fogo e de entrar em contato com as vítimas ou testemunhas do caso. Ambos foram denunciados em outubro de 2021 pela população, incluindo advogados do município de Oriximiná.

Como as providências solicitadas na época, em especial o afastamento não foram adotadas, e não havendo indícios de prática de crime de integrar organização criminosa, o Grupo de Atuação Especializada no Combate ao Crime Organizado (GAECO) encaminhou a atribuição para a Promotoria de Justiça de Oriximiná, representado pelo promotor de Justiça Bruno Fernandes Silva Freitas, que prosseguiu nas investigações, resultando no oferecimento da denúncia pelo MPPA e decretação pelo Juízo da Comarca de Oriximiná das medidas cautelares diversas da prisão.

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA