Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Incêndio destrói quatro casas em região garimpeira de Itaituba

De acordo com testemunhas, o incêndio teve início após um curto-circuito na rede elétrica de uma casa e acabou se alastrando para outros imóveis

O Liberal

Pelo menos quatro residências foram destruídas durante um incêndio registrado na manhã desta quinta-feira (11), na comunidade de Crepurizinho, região garimpeira de Itaituba, sudoeste do Pará. Não há relatos sobre feridos. As informações são do site Giro Portal.

De acordo com informações de testemunhas, o incêndio teve início após um curto-circuito na rede elétrica de uma casa e acabou se alastrando para outros imóveis.

VEJA MAIS

Fumaça provocada por queima de lixo que afeta comunidade no Aurá chega ao Centro de Belém
O incêndio teve início no último sábado (6). No centro da capital paraense, o nevoeiro cinzento pôde ser visto na manhã desta quinta-feira (11)

Incêndio no Ver-o-Peso: cartaz de Nossa Senhora de Nazaré fica intacto após fogo em box
Fato chamou atenção dos trabalhadores que ajudaram a permissionária do box número 7 durante o princípio de incêndio. "Foi proteção", disse um feirante.

Vídeos divulgados nas redes sociais mostram as chamas muito altas e uma grande cortina de fumaça que se formou. Curiosos rapidamente tomaram a rua. As imagens mostram também a mobilização comunitária para tentar apagar o fogo. Moradores que tiveram casas atingidas ainda conseguiram salvar alguns pertences, que ficaram espalhados pela rua.

A reportagem de O Liberal entrou em contato com o Corpo de Bombeiros para apurar mais informações sobre o incêndio. Também foi feito contato com a Prefeitura de Itaituba para saber que tipo de apoio está sendo oferecido às famílias que tiveram suas casas destruídas.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA