Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Homem que abusava sexualmente da sobrinha de 11 anos é preso

A Polícia descobriu que os abusos sexuais iniciaram quando a criança tinha 9 anos de idade

O Liberal

Em Marabá, a Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e ao Adolescente de Marabá (Deaca), cumpriu o mandado de prisão preventiva contra Clínio da Silva Carvalho, mais conhecido como “Keu”. Na 1ª Vara Criminal de Marabá, município polo do sudeste do Pará, tramitam contra Clínio as acusações de estupro de vulnerável e ameaça.

De acordo com a Deaca, a vítima é uma menina de 11 anos de idade, que é sobrinha do acusado. As investigações policiais apuraram que os abusos sexuais iniciaram quando a criança tinha 9 anos de idade. Clínio chamava a vítima de esposa e exigia que a criança o chamasse de amor, e não de tio.

VEJA MAIS

Polícia prende suspeito de abuso sexual de bebê de 7 meses em Parauapebas
Ele já está à disposição da Justiça no sudeste do Pará

Ainda, segundo a Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e ao Adolescente de Marabá, o custodiado ameaçava matar a criança, caso ela relatasse sobre os abusos sexuais, reforçando, inclusive, que adquiriria uma arma de fogo para cumprir tal intento.

"É imperioso ressaltar que o mandado de prisão em referência foi expedido, sendo que, imediatamente, a equipe desta Especializada realizou diligências com o propósito de cumpri-lo, logrando êxito em capturar Clínio, por volta das 16h", diz a nota da Deaca.

A Delegacia informou que o suspeito foi preso e está à disposição da Justiça. "A vítima ficou sob os cuidados da mãe", afirmou o delegado da Polícia Civil, Vinícius Cardoso. Ele é o superintendente da PC na região sudeste do estado.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA