Homem que matou ex-companheira com golpes de garrafa quebrada no pescoço é preso no Marajó

Caso foi em São Sebastião da Boa Vista; mulher havia pedido medidas protetivas contra o assassino no começo da semana

Michelle Gomes e Gomes, de 27 anos, foi morta com golpes de um gargalo quebrado de garrafa no pescoço no fim da noite desta quarta-feira (08), em São Sebastião da Boa Vista, município no Arquipélago do Marajó. Horas depois, já na tarde desta quinta-feira (09), Maicon Costa Machado, de 22 anos, acusado de ter cometido o feminicídio, foi preso em uma operação conjunta do 9º Batalhão da Polícia Militar (BPM) e Superintendência Regional do Marajó Ocidental da Polícia Civil.

De acordo com a Polícia, Michelle foi morta pelo ex-companheiro por volta de 23h, quando Maicon a encontrou na casa de uma amiga dela. Chegando nesse local, ele teria supostamente visto a mulher na companhia de outra pessoa, e em uma crise de ciúmes e sentimento de posse, pediu que ela entrasse na casa. Lá dentro, ele quebrou uma garrafa de cerveja e desferiu vários golpes nela com o gargalo. A mulher morreu por causa da perda de sangue, já que um dos golpes rasgou sua jugular. Mesmo ferida, a vítima começou a gritar pedindo socorro, e com a chegada de testemunhas, o assassino fugiu do local.

Assim que tomou conhecimento do caso, a Polícia Civil e a Militar começaram as buscas pelo acusado ainda pela madrugada, com diligências que se estenderam pela manhã. Após coletar informações e denúncias anônimas, os policiais de plantão se deslocaram até uma localidade na zona rural de São Sebastião, chamada Furo de Santo Antônio. Lá, por volta das 16h, eles encontraram Maicon em uma casa, e o homem foi preso em flagrante. 

"Um fato triste, foi que recebemos na segunda-feira (06) um pedido de medida protetiva por parte da vítima, pois ela já vinha recebendo ameaças pelo ex-companheiro. A decisão chegou hoje (09), e mesmo sendo muito rápida, com três dias, o pior aconteceu", disse o delegado Jorge David, responsável pela prisão em flagrante de Maicon.

O homem foi levado para a Delegacia de Polícia Civil do município, e o delegado informou que pedirá a conversão de sua prisão em flagrante em preventiva. Ao fim dos procedimentos junto à Justiça, ele deve ser encaminhado para cumprir pena em uma unidade prisional em Belém.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA