Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Homem mata rival na manhã de Natal e vai para o bar beber, em Cumaru do Norte

O homem confessou o crime e alegou que estava sendo ameaçado pela vítima

O Liberal

No último sábado (25), Dia de Natal, uma guarnição da Polícia Militar prendeu o indivíduo, conhecido como “Cimar”, suspeito de matar um homem durante uma discussão em Cumaru do Norte, sudeste paraense. Depois de matar o senhor Raimundo, o assassino voltou para o bar e continuou a beber.

A equipe de plantão da Delegacia de Polícia Civil foi acionada pelo 7º Batalhão de Polícia Militar (BPM) sobre  de uma morte ocorrida na zona rural do município, na colônia Mata Verde,  que fica na região da Vila Quatro Bocas. A equipe da PC, juntamente com a PM, dirigiu-se até o local informado, e lá, confirmaram o crime.

Segundo apurou a equipe, o autor do crime seria um vaqueiro chamado Cimar. Foram feitas diligências e, rapidamente, Cimar foi localizado em um bar. Ao avistar os policiais chegando, ele tentou se desfazer da arma de fogo usada no crime, jogando-a no balcão do estabelecimento, mas foi detido pela equipe de policiais.

O homem confessou o crime e levou a equipe de policiais até o local onde estava o corpo de Raimundo, uma estrada vicinal há poucos metros do bar, e alegou que estava sendo ameaçado pela vítima, um homem com cerca de 60 anos de idade. Durante uma discussão na vicinal, ele teria atirado no ouvido do homem, que caiu morto, e então, Cimar voltou para o bar e continuou a beber.

Os policiais deram voz de prisão a Cimar e o conduziram para delegacia, onde ele foi autuado pelo crime de homicídio qualificado. A papiloscopista de plantão foi acionada para identificar a vítima, pois não possuía familiares e nem portava documentos no momento. 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA