Homem é morto dentro de ônibus na Alça Viária

Vítima tentava assaltar coletivo que havia saído de Moju com destino a Belém. Outras três pessoas ficaram feridas

Redação integrada de O Liberal

Um homem, ainda não identificado, foi morto a tiros enquanto tentava assaltar um ônibus no Km 22 da Alça Viária, em Marituba, região metropolitana de Belém, na manhã desta quinta-feira (26). Um outro assaltante também foi baleado, mas conseguiu fugir por uma área de mata. O homem que reagiu à ação criminosa também fugiu após a troca de tiros. Pelo menos outros três passageiros ficaram feridos e foram socorridos por viaturas do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv).

Segundo informações do cobrador, que pediu para não ser identificado, o ônibus saiu do município de Moju, nordeste paraense, às 5h50, com destino à Belém. Por volta das 7h20, a dupla entrou no coletivo, como passageiros. Cerca de dez minutos depois, anunciaram o assalto. Os dois estavam armados. Uma testemunha falou sobre a ação. Veja:

Enquanto um dos assaltantes recolhia as mochilas e objetos pessoais dos passageiros, um homem sacou um revólver e atirou contra eles. Os bandidos também atiraram de volta, e durante a troca de tiros, pelo menos cinco disparos foram feitos. Um dos assaltantes morreu na hora, e o outro foi atingido, mas conseguiu sair do veículo e fugir por dentro de uma área de mata aberta. O homem que fez os disparos também tomou rumo desconhecido.

Dentro do ônibus havia cerca de 27 passageiros. Pelo menos três deles ficaram feridos. "Uma senhora levou um tiro de raspão na cabeça, uma outra levou um tiro no braço e um funcionário do ônibus também levou um tiro de raspão no braço, além de ter sido atingido pelos estilhaços", contou o cobrador. Todos os feridos foram socorridos por viaturas do BPRv e encaminhados para o hospital.

Após o crime, houve fuga pela mata (Igor Mota / O Liberal)

A polícia está cercando a área de mata onde os criminosos se esconderam, mas por ser uma área muito próxima à uma comunidade, ainda não foi possível localizá-los. Quaisquer informações que possam ajudar na identificação e localização dos suspeitos podem e devem ser encaminhadas ao Disque-Denúncia (181) ou ao Centro Integrado de Operações (190). Não é necessário se identificar e a ligação é gratuita.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA