Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Homem é morto a tiros no bairro da Condor neste sábado (16/04)

É o segundo homicídio no bairro em menos de 24 horas. Num período de 10 dias, é a terceira morte violenta na Condor.

O Liberal

Em menos de 24 horas, mais um homem foi morto a tiros no bairro da Condor, em Belém. Na manhã deste sábado (16), Fábio Monteiro Silva foi atacado por dois homens em uma moto (sem modelo, placa ou cor identificados). O caso ocorreu em uma casa, na vila Miranda, que fica na passagem Santo Antônio.

As primeiras informações levantadas pela Polícia Militar apontam que os atiradores e a vítima tiveram uma discussão pouco antes do crime. As diligências estão sendo feitas em busca dos suspeitos. A Polícia Científica do Pará foi acionada para analisar a cena da morte de Fábio. Uma mulher teria sido agredida no local também e conseguiu, mas não há mais informações sobre o paradeiro e estado dela.

O caso ocorreu por volta de 5h30. Policiais militares que atenderam à ocorrência, informaram que o local é um conhecido ponto de venda e consumo de drogas na região. Moradores da área alertaram a equipe da Redação Integrada de O Liberal de que se tratava de um ponto perigoso e que era para ter cuidado. Ninguém mais no local comentou qualquer coisa com os jornalistas ou com os policiais.

Uma moto estava em situação suspeita na casa onde o crime ocorreu foi apreendida pela Polícia Civil, que vai analisar a situação do veículo. Os antecedentes e relações recentes serão levantadas pela Divisão de Homicídios para tentar elucidar o caso. Outras pessoas que estavam no local também serão procuradas, pois podem ter sido testemunhas oculares.

Num período de 10 dias, é a terceira morte violenta por arma de fogo registrada no bairro da Condor. Confira outros casos recentes:

Homem é morto com 3 tiros, na Condor. Um deles na cabeça.
Moisés Soares Nunes, 36, era natural do Amapá, e tinha um mandado judicial de prisão em aberto, a polícia ainda investiga por qual crime

Criminoso encapuzado abre fogo contra casal e mata mulher na Condor
Namorado da vítima conseguiu correr e escapar dos tiros; familiares o acusam de ser o verdadeiro alvo do atirador

 

Como pedir apoio para a polícia e denunciar criminosos em segurança

Quaisquer informações relacionadas a crimes podem ser repassadas ao Disque-Denúncia (181). Não é preciso se identificar. A ligação é segura, gratuita e pode ser feita de qualquer aparelho. Se houver necessidade de uma ação policial mais urgente, o melhor é ligar para o 190.

Pelo telefone (91) 98115-9181, os cidadãos podem paraenses podem dialogar com a Inteligência Artificial Rápido e Anônimo, que é personalizada pela atendente virtual Iara do WhatsApp. Com ela, é possível desenvolver uma conversa inteira. A Iara é capaz de obter todas as informações necessárias para que os órgão de segurança investiguem uma denúncia repassada, de forma segura e anônima. Ela recebe texto, fotos, áudio e vídeos. Também dá para falar com a Iara e fazer a denúncia pelo site da Segup.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA