Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Grave acidente entre duas balsas deixa um morto e outros passageiros feridos na Ilha do Marajó

O acidente envolveu a balsa São Domingos III, que fazia o trajeto Belém - Oeiras do Pará e a Norte Log

O Liberal

Um grave acidente envolvendo duas balsas deixou uma pessoa morta e vários passageiros feridos no início da madrugada deste sábado (6), na Ilha do Marajó. Segundo o Comando de Policiamento Regional XI (CPR XI), o fato ocorreu nas proximidades da Ilha de Saracura, entre as localidades de São Francisco do Jararaca e Ponta Negra, no bairro Marapatá, em Muaná.

Acionada, a Marinha do Brasil, por intermédio da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental (CPAOR), informou que uma balsa da empresa Nortelog, que navegava no sentido Curralinho- Belém, que colidiu com o Ferry Boat São Domingos III, que realizava o trajeto Belém-Oeiras do Pará.

Conforme detalhou o major Melo, coordenador de operações do Corpo de Bombeiros, o acidente ocorreu por volta das 4 horas da manhã e duas pessoas ficaram gravemente feridas: uma delas veio a óbito e a segunda foi encaminhada para uma unidade hospitalar em Belém. Outros passageiros tiveram escoriações leves. Segundo a Polícia Militar local, a vítima que morreu teve duas pernas decepadas.

Imagens de dentro de uma das balsas mostram estilhaços de vidro (Reprodução/ Redes sociais)

O navio Semear estava nas proximidades do ocorrido e foi responsável por transportar os casos mais graves até o porto Rei Salomão, na avenida Bernardo Sayão, em Belém. "Houve a colisão entre as duas embarcações e uma terceira foi responsável por encaminhar duas das vítimas para Belém. Uma delas morreu antes de chegar ao hospital e outra foi socorrida", detalhou o major.

Na capital paraense, a ocorrência foi atendida por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros. Nenhuma vítima foi identificada. Uma equipe de inspeção naval da Capitania continuava no porto, até o final da manhã, para obter mais informações, bem como o SAMU, informou ainda a Capitania dos Portos. O Instituto Médico Legal (IML) também foi acionado.

Impacto da colisão resultou em veículo parcialmente destruído (Reprodução/ Redes sociais)

Imagens divulgadas por passageiros indicam o enorme impacto da colisão. Uma delas mostra um veículo que estava embarcado, em uma das balsas, parcialmente destruído. Outra foto registrou uma enorme quantidade de estilhaços de vidro e partes da estrutura do teto cedidas após o acidente, na área onde os passageiros armam as redes.

"A CPAOR irá instaurar um inquérito administrativo para apurar possíveis causas e responsáveis pelo ocorrido. A Marinha do Brasil conclama a sociedade a participar ativamente no esforço de fiscalização, informando qualquer situação que possa afetar à segurança do tráfego aquaviário, a salvaguarda da vida humana no mar e vias navegáveis ou que represente risco de poluição ao meio hídrico, por meio do Disque Emergências Marítimas e Fluviais: 185 - (91) 3218-3950 ou (91) 99114-9187 (aplicativo de mensagem instantânea)", diz o comunicado da Capitania dos Portos.

A Polícia Civil vai instaurar inquérito para apurar as causas do acidente.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA