logo jornal amazonia

Morre funcionária resgatada de atentado a tiros dentro de bar em Altamira

Gleiciane Santos, 30 anos, foi atingido por dois tiros, sendo um no peito e outro no pescoço

O Liberal

Gleiciane Santos, 30 anos, a funcionária que foi resgatada com vida do atentado a tiros dentro de um bar de Altamira, no sudoeste do Pará, morreu na tarde de terça-feira (27). Ela chegou a ser socorrida em estado grave e foi levada para o Hospital Regional da Transamazônica, mas não resistiu aos ferimentos. Gleiciane foi atingida por dois disparos de arma de fogo, sendo um no peito e outro no pescoço. Helen Cristina Moreira Pacheco, de 23 anos, trabalhava no bar e foi assassinada a tiros no local.  As informações são do A Voz do Xingu.

VEJA MAIS

Mulher é assassinada a tiros em bar de Altamira; outra funcionária ficou ferida
De acordo com a polícia, uma das vítimas morreu na hora e a outra foi levada para uma UPA da cidade

De acordo com a polícia, o autor dos disparos desceu da garupa de uma motocicleta e efetuou pelo menos 14 disparos contra as vítimas. O comparsa, que pilotava o veículo, fugiu com o pistoleiro depois do crime. O suspeitos usavam capacete no momento da ação criminosa. A motivação do atentando ainda é desconhecida.

As duas mulheres teriam chegado para Altamira há uma semana a trabalho e supostamente iriam seguir viagem nesta quarta-feira (28) para Belém.

Até 17h20 de quarta, ninguém tinha sido preso suspeito de envolvimento no caso.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA