Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Foragido, acusado de latrocínio contra radialista é recapturado em Marabá

Durante a ação policial, o acusado ainda apresentou documentos falsos e foi preso em flagrante

Redação integrada (com informações da PCPA)

A Polícia Civil recapturou, nesta terça-feira (24), em Marabá, sudeste paraense, um homem que estava foragido pelo crime de latrocínio. Durante a ação, ele foi preso em flagrante por uso de documento falso, posse ilegal de munição de uso permitido e receptação.

Segundo a polícia, após troca de informações com a Polícia Civil do Maranhão, foi confirmado o paradeiro do indiciado, que estava dentro de um imóvel no bairro Jardim União, em Marabá.  Ao perceber a chegada dos agentes, o investigado tentou fugir e resistir à prisão, mas foi contido e preso.

Durante a ação, o homem usou um documento falso ao se identificar. Vários documentos com o mesmo nome fictício, munições de calibres 20 e 28, além de uma algema de patrimônio do Sistema Penitenciário do Estado do Maranhão foram apreendidas.

O caso

O homem foi condenado a 36 anos de prisão (pena unificada) pelo cometimento de um latrocínio a um radialista na cidade de Marabá, no ano de 2008.

Em razão desse e outros crimes, cumpriu mais de 10 anos de pena em regime fechado, progrediu ao regime semiaberto no dia 29 de agosto de 2019 e empreendeu fuga do Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes (CRAMA).

Ele foi recapturado, recebeu voz de prisão em flagrante e foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil da Cidade Nova para os procedimentos cabíveis.

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA