logo jornal amazonia

Fiscalização da PC fecha 19 bares denunciados por poluição sonora em Belém

A ação aconteceu nas madrugadas de sábado (17) e domingo (18) em bares e restaures da capital paraense

O Liberal
fonte

A Divisão Especializada em Meio Ambiente e Proteção Animal (Demapa), da Polícia Civil do Pará (PCPA), fechou as portas de 19 estabelecimentos denunciados por poluição sonora em Belém. A ação ocorreu nas madrugadas de sábado (17) e domingo (18) em bares e restaurantes, com intuito de investigar denúncias relacionadas com sons automotivos repassadas ao Centro Integrado de Operações (Ciop).

VEJA MAIS 

image Poluição sonora: com queda de denúncias, Pará planeja estratégia para combater o crime no estado
Na Grande Belém, o número de queixas por ruídos residenciais superam os por barulho em via pública e estabelecimentos comerciais

image Campanha alerta para poluição sonora durante a Copa
Mobilização destaca danos para pessoas vulneráveis e animais

image Salinas: estabelecimento é interditado por tráfico de drogas e poluição sonora; entenda
Agora o estabelecimento está interditado por 30 dias. Forças da Segup seguem investigando o caso

Dentre os 26 locais fiscalizados, mais da metade teve as atividades encerradas por não apresentarem alvará de funcionamento. Os locais fechados ainda receberam 24 notificações para veículos com som acima do índice permitido

As ações da Demapa continuam durante os próximos dias para combater crimes de poluição sonora, conscientizar a população e prevenir perturbação do sossego alheio.

Quedas nas denúncias de poluição sonora e perturbação da tranquilidade

O número de denúncias de poluição sonora e perturbação da tranquilidade caiu pelo segundo ano consecutivo no Pará. De janeiro a outubro deste ano, foram registradas 71.971 ocorrências via Centro Integrado de Operações (Ciop), 36,6% a menos do que o registrado no ano passado, que também já tinha contabilizado 7,8% menos denúncias do que em 2020, conforme dados da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).

Um balanço, feito com base nos registros do Ciop, mostram que 34,9% da perturbação e poluição sonora em Belém são registradas em residências. A mesma tendência se repete em Ananindeua (36,2%), Marituba (36,7%) e Benevides (39,9%). Na capital paraense, o bairro com maior incidência do problema é a Pedreira, local onde são feitas 7,34% das queixas de toda a cidade.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA