Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Caso Yasmin: Suspeito e dono da lancha, Lucas Magalhães deve ser ouvido na próxima semana

Por estar sob segredo de justiça, a data e o horário do depoimento não foram divulgados

O Liberal

O dono da lancha e suspeito no processo que investiga a morte da jovem Yasmin Fontes Cavaleiro de Macêdo, de apenas 21 anos, Lucas Magalhães de Souza será ouvido novamente pela Polícia Civil na próxima semana, conforme informou à reportagem de O Liberal, na manhã desta quinta-feira (27), o delegado Cláudio Galeno, chefe da Divisão de Homicídios, onde os depoimentos são coletados.

VEJA MAIS

​Caso Yasmin: mãe acredita que influencer mantinha relacionamento com dono da lancha
Nas redes sociais, ainda é possível ver publicações que a influenciadora digital fazia ao lado de Lucas Magalhães de Souza

​‘Como é que essa pessoa vivia dentro da minha casa’, desabafa mãe de Yasmin sobre amiga que deu a notícia na noite do desaparecimento
A maquiadora Bárbara Ramos chegou pedir para que a família criasse um grupo, alegando cansaço no repasse de informações sobre o caso

Por estar sob segredo de justiça, Galeno não informou, porém, a data e o horário em que Lucas deve se apresentar à polícia. O depoimento dele estava marcado para ocorrer na última segunda-feira (24), mas precisou ser adiado após os delegados do caso testarem positivo para a covid-19. Segundo o advogado de defesa de Lucas, Paulo Maia, o cliente não tem novas informações a acrescentar nas investigações.

O rapaz foi quem teria convidado Yasmin para participar do passeio de lancha, realizado na noite do dia 12 de dezembro passado. A jovem teria caído da embarcação por volta das 22h. Lucas registrou o boletim de ocorrência na 7ª Seccional Urbana do Paar, às 5h13 do dia seguinte.

Caso Yasmin: depoimentos são adiados após policiais civis contraírem covid-19
Expectativa é de retomar as oitivas no final de semana, quando demais policiais da Divisão de Homicídios se recuperarem

Caso Yasmin: mãe da influencer mostra o apartamento da filha e fala em decepção com amigos
"Hoje em dia, eu digo que confiar nas pessoas e achar que todo mundo é amigo, como eu falava para ela, alertei várias vezes, não é mais qualidade, é defeito", diz dona Eliene

No primeiro depoimento, Lucas Magalhães alegou que a demora ocorreu porque, assim que deram por falta de Yasmin dentro da lancha, os participantes do passeio iniciaram buscas por conta própria, pois ainda tinham esperança de encontrar a influenciadora digital com vida, o que não ocorreu. O corpo de Yasmin foi encontrado às 12h40 do dia 13 de dezembro, sete horas após o registro do B.O.

Lucas também chegou a afirmar que viu Yasmin bebendo no dia do passeio e que ela desceu para tomar banho naquela noite. A versão contraria o que diz a família de Yasmin. Segundo a professora Eliene Fontes, mãe da jovem, a filha não bebia e nem sabia nadar. Por este motivo, não entraria na água para tomar banho.

Recentemente, Eliene também revelou um suposto relacionamento amoroso entre Lucas Magalhães e Yasmin, o que o rapaz nega. Nas redes sociais, o suspeito marcava a jovem em publicações, que eram replicadas por ela. “Para mim, a Yasmin dizia que não estava com ele. Mas, para as amigas, elas já me confirmaram que ela estava, sim, tendo um relacionamento com o Lucas", revelou Eliene à reportagem, durante entrevista exclusiva.

Caso Yasmin: advogado de médico legista também descarta fatalidade
Marco Antônio Pina, que defende Euler Magalhães, diz que o cliente é o único que colabora com investigações, enquanto há uma pessoa "superprotegida"

Sobre não ter conhecimento do suposto relacionamento entre Yasmin e Lucas, Eliene afirmou: “Antes dela me falar sobre esse suposto relacionamento, que na verdade quem me falou foram as amigas, ela me contava que ele tinha várias ficantes e que todas elas sabiam uma da outra. Eu sempre proibi que ela se envolvesse com ele e sempre pedi que ela não fizesse isso. Acredito que por isso ela não me contou. Mas, segundo informações de amigas, eles estavam tendo, sim, um relacionamento e ele negou isso na delegacia”, reforçou Eliene.​​

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA