Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Caso Amanda: ‘Loro’ é preso como um dos suspeitos de envolvimento no crime

O suspeito foi encaminhado à Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), onde está à disposição do Poder Judiciário

Fabyo Cruz

Jobson da Silva Miranda, conhecido como "Loro", preso pela Polícia Civil no domingo (12), por suspeita de ser um dos envolvidos na morte da menina Amanda Ribeiro, de 10 anos, foi encaminhado à Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), onde está à disposição do Poder Judiciário. A criança desapareceu no último dia 7 de junho, no município de Anajás, no Arquipélago do Marajó. Ela teria sido brutalmente assassinada por conta do envolvimento do pai dela com o tráfico de drogas.

VEJA MAIS

Relembre quatro casos de violência contra crianças no Marajó, no Pará
O caso da menina Amanda, encontrada morta na região, está chamando a atenção dos paraenses pela brutalidade do assassinato

Marajó: polícia mata suspeito de assassinar criança em Anajás; duas pessoas foram presas
A informação foi confirmada pela governador Helder Barbalho, pelas redes sociais, neste domingo (12/06)

Caso Amanda: menina foi morta no Marajó por possível dívida de drogas do pai, aponta Polícia Civil
O delegado-geral Walter Resende, em entrevista coletiva nesta segunda (13/06), confirma que criminosos mantiveram Amanda em cativeiro até que acabaram matando a menina

Uma menor de idade, que também admitiu a participação, foi apreendida. Ela foi encaminhada aos órgãos responsáveis. Os dois foram transportados para Belém em aeronave do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp). Outro envolvido no caso, Josuel dos Santos Gomes, reagiu à ação dos agentes de segurança no momento da prisão e morreu no enfrentamento.

Maré alta dificulta perícia sobre morte de menina em Anajás
Policiais e técnicos permanecem no local onde corpo da vítima foi encontrado

Ação imediata

O delegado-geral da Polícia Civil, Walter Resende, acompanhou o traslado dos envolvidos à capital e falou sobre a importância da ação imediata dos órgãos de segurança do Pará na elucidação do caso.

"Esta foi uma investigação em conjunto. Conseguimos atuar de forma célere, identificando os envolvidos que, inclusive, confessaram participação no crime", informou Walter Resende.

Marajó: corpo de menina desaparecida é encontrado amarrado em trapiche no Rio Anajás
Polícia e populares compareceram ao local da descoberta neste sábado (11)

Ainda segundo o delegado-geral, o trabalho de investigação vai prosseguir.

"Os fatos estão sendo devidamente esclarecidos. Esperamos, no mais curto espaço de tempo, prender os outros envolvidos. A motivação do crime está sendo investigada. Ao final do inquérito vamos esclarecer de forma objetiva o que ocorreu no município de Anajás", acrescentou

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA