Candidato a vereador é assassinado em Parauapebas, no sudeste do Pará

Francisco da Silva, de 38 anos, foi atingido era presidente do Grupo de Apoio à Moradia Popular de Parauapebas (GAMPP)

Redação Integrada

O professor e candidato a vereador Francisco da Silva, de 38 anos, foi morto na manhã desta sexta-feira (20), em Parauapebas, no sudeste paraense. Ele era presidente do Grupo de Apoio à Moradia Popular de Parauapebas (GAMPP) e obteve 471 votos no pleito municipal de 2020, tornando-se suplente de vereador eleito. Ele foi atingido por três tiros, por volta das 9h, no bairro Boa Vista.

De acordo com informações da Polícia Militar, dois homens chegaram ao local em uma motocicleta e chamaram a vítima, que estava em uma barraca da entidade que presidia na cidade.

Pessoas que estavam no local no momento do crime afirmaram que a vítima ainda pensou se tratar de uma brincadeira mas, logo em seguida, um dos envolvidos sacou uma arma e disparou contra Francisco. Dois tiros atingiram o peito e o terceiro o braço direito do professor.

Os criminosos fugiram e até o momento não foram localizados.

Francisco é natural de Itupiranga e foi candidato a vereador pelo PP.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA