Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Caminhoneiro sob efeito de bebida alcoólica é detido ao tentar subornar agente do Detran, em Salinópolis

Após fazer o teste de etilômetro, que atestou a ingestão de bebida alcoólica, o condutor ofereceu R$ 1 mil ao agente de trânsito

Fabyo Cruz

Um caminhoneiro foi preso no último domingo (3), após tentar oferecer R$ 1 mil  a um agente de trânsito do Departamento de Trânsito do Estado  (Detran) depois de ser flagrado dirigindo sob efeito bebida alcoólica, em Salinópolis, nordeste do Pará. A tentativa de suborno foi registrada pela câmera de uso corporal do agente.

A tentativa de suborno ocorreu após uma fiscalização na rodovia PA-444. Segundo o agente, o condutor, que não teve a identidade revelada, fez o teste de etilômetro, que atestou a ingestão de bebida alcoólica, e após ser confirmado o resultado, o motorista ofereceu uma quantia em dinheiro ao agente, para que não fosse aplicada nenhuma punição.

Depois disso, o condutor do veículo foi levado até a delegacia. Toda a ação foi gravada pela câmera já utilizada pelos agentes de fiscalização, que fica acoplada no uniforme dos agentes. Nas imagens, o agente conversa com o motorista, que diz dirigir há 50 anos e atua como caminhoneiro. Ele relata que está de folga e oferece o dinheiro para que o agente "quebre esse galho" e o deixe ir embora. Neste momento, o agente dá voz de prisão ao suspeito.

O agente de trânsito registrou Boletim de Ocorrência na delegacia de Salinópolis. De acordo com o Detran, as câmeras de uso corporal (bodycams) acopladas nos uniformes dos agentes de fiscalização são um diferencial para a Operação Verão no município este ano. As câmeras gravam todo o turno do agente e suas abordagens em alta definição, com sistema de geolocalização e visão noturna, além da gravação de áudio.

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA