Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Cachorro é baleado por segurança de empresa privada; polícia investiga o caso

Caso aconteceu na madrugada desta quinta-feira (25), em Portel, no Marajó

O Liberal

A polícia investiga o baleamento de um cachorro da raça salsicha (basset), na última quinta-feira (25), no município de Portel, no Marajó. O dono do cachorro, Rivanilson Silva, informou nesta noite de sexta-feira (26), que o animal foi medicado e passa bem. O principal suspeito de ter atirado no cachorro é um segurança de uma empresa privada.

Testemunhas disseram que ao passar de motocicleta, por volta das 2h de quinta-feira, o segurança mexeu com o animal, que foi para cima dele e então o segurança atirou. Ele estava de moto na companhia de outras funcionários de uma empresa que presta serviços de vigilância noturna, em Portel.

"O Bob está bem, não corre risco de morte e está medicado. Eu registrei o Boletim de Ocorrência na Delegacia de Polícia, mas o delegado está viajando, só quando ele retornar em 1º de dezembro, é que eu devo ir lá de novo", informou Rivanilson Silva, que trabalha como soldador de máquinas pesadas.

Na delegacia, Rivanilson soube que há outros registros contra a mesma pessoa que atirou no cachorro dele. "A minha denúncia contra ele é a quinta já, outras quatro pessoas já denunciaram esse homem na delegacia por maus-tratos de animal", disse o trabalhador.

Na madrugada em que foi baleado, Bob foi socorrido por pessoas que atuam na causa de defesa de animais. Rivanilson contou que Bob havia fugido, mas circulava próximo da casa na hora do ataque. "Ele é um salsicha 3", disse Rivanilson, chamando a atenção para o pequeno porte do cachorro.

Sobre os Bassês, mais conhecidos como Salsichas 

Inicialmente um cão de caça, o Bassê, mais conhecido como Salsicha, segundo a literatura médica veterinária, é um excelente parceiro para a companhia. Corajosos, os salsichas são curiosos e podem passar horas entretidos se começarem a farejar algo interessante, fazendo jus à sua origem. Eles têm uma expectativa de vida de 15 anos, com a média de altura de 35 cm, 9 kg de peso médio e, em geral, são cães afáveis. 

Onde e como denunciar maus-tratos de animais?

A Polícia Civil mantém a Divisão Especializada em Meio Ambiente e Proteção Animal (Demapa), como referência para registros de crimes contra animais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, que funciona 24 horas por dia, ou pelo telefone da Demapa (91) 3238.1225, em horário comercial.

A Lei dos Crimes Ambientais, n.º 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, determina as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente. O artigo 29 prevê pena de detenção de seis meses a um ano e multa para quem matar, caçar, perseguir animais silvestres, nativos ou em rota migratória, sem a devida autorização. A pena é aumentada na metade se o crime for praticado contra espécie rara ou ameaçada de extinção e em período proibido à caça. 

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA