Cabo da Polícia Militar é morto em Benevides

Marcos Fernando dos Santos teve a arma roubada antes de ser alvejado pelos assassinos

Redação Integrada

 

O cabo Marcos Fernando dos Santos Lira, 42 anos, foi morto a tiros no começo da tarde desta terça-feira na Estrada do Maratá, no bairro Camutama, em Benevides, Região Metropolitana de Belém. 

Segundo a Polícia MIlitar, o policial foi surpreendido por três homens saídos de um matagal quando estava a caminho da casa da mãe, em uma motocicleta. O militar estava acompanhado da esposa, que não sofreu ferimentos.

O Cabo reagiu ao assalto e houve luta corporal com os suspeitos, que o atingiram no braço com um golpe de terçado. Em seguida, os criminosos roubaram a arma do policial e o alvejaram. O policial não resistiu aos ferimentos e morreu no local. 

Unidades do Comando de Policiamento da Região Metropolitana (CPRM) da PM estão mobilizadas para a captura e prisão dos criminosos, contando com o reforço de tropas do Batalhão de Polícia Tática (BPOT) e do Grupamento Aéreo do Sistema de Segurança Pública (Graesp). 

Militares que atuam no Centro Integrado de Psicologia e Assistência Social (Cipas) da PM estão prestando apoio à família do policial militar, que estava na corporação há 21 anos.

O cabo era lotado na 14ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), em Tomé-Açu, nordeste do Pará. 

 

Números

A Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup) informou que, de 1° de janeiro a nove de julho de 2019, 23 Policiais Militares foram mortos vítimas de crimes com característica de latrocínio e/ou execução no Pará, além da morte de um Guarda Municipal, totalizando 24 agentes da segurança.

As investigações para apurar as mortes estão sob responsabilidade da Delegacia de Homicídios de Agentes Públicos, da Polícia Civil. Dos 24 casos registrados, 23 estão com autoria presa, morta ou identificada, com mandado de prisão decretado.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!