Avião carregado com quase meia tonelada de maconha é apreendido pela PF em Ipixuna do Pará

Duas pessoas foram presas em flagrante e responderão por tráfico internacional de drogas e outros crimes, com penas que podem chegar a 45 anos de prisão

Redação integrada (com informações da PF)

A Polícia Federal apreendeu quase meia tonelada de maconha escondida dentro de um avião de pequeno porte que tentava pousar na zona rural do município de Ipixuna do Pará, nordeste do Estado, nesta quinta-feira (19). Duas pessoas, que não tiveram suas identidades divulgadas pela polícia, foram presas em flagrante e responderão por tráfico internacional de drogas e outros crimes.

Segundo a polícia, a equipe se deslocou ao município depois de receber uma denúncia anônima informando sobre a vinda do avião carregado com droga. O relato indicava que a aeronave pousaria em pista clandestina localizada na zona rural. Um levantamento de informações apontou o local provável do pouso.

Já na ação, após os policiais flagraram o ato do descarregamento da droga na pista clandestina, o piloto do avião, em tentativa de fuga, arrancou e jogou a aeronave na direção dos policiais, que precisaram realizar a contenção dos envolvidos no crime.

Os dois acusados foram presos em flagrante e a droga foi levada para a sede da Polícia Federal, em Belém, para a pesagem. No total, foram contabilizados cerca de 452 quilos de maconha.

Os investigados responderão pelos crimes de tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico internacional de drogas e tentativa de homicídio, cujas penas podem chegar a 45 anos de prisão.

Droga foi pesada na sede da Polícia Federal, em Belém (Ascom/ PF)
Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA