Após atentado, estado de saúde de candidato a prefeito é estável

Júlio César, do PRTB, foi baleado quando voltava de uma reunião na zona rural do município, na noite desta quinta-feira (14)

Redação Integrada

Candidato à prefeitura de Parauapebas, Júlio César, do PRTB, segue em estado de saúde estável, logo após sofrer um atentado na noite desta quarta-feira (14). O político foi baleado na zona rural do município, quando voltava de uma reunião de agenda política na vila de Carimã, zona rural da cidade do sudeste paraense.  

Testemunhas afirmam que o atentado ocorreu por volta das 20h. Um carro do tipo caminhonete teria se aproximado do veículo em que o candidato estava e, de lá, foram efetuados os primeiros disparos.

Um pouco mais a frente, um outro veículo estaria atravessado na pista, impedindo a passagem. Mesmo com a tentativa das vítimas escaparem, a perseguição prosseguiu. Júlio César, que estava no banco do carona, foi atingido no peito por um dos disparos. Três pessoas que ocupavam o veículo não tiveram ferimentos graves

De acordo com a assessoria de Júlio César, de 32 anos, o político está internado em um hospital particular na cidade, cujo nome não foi divulgado. O último boletim médico divulgado, por meio do perfil oficial do candidato no Facebook, informou que Júlio César seguia com quadro estável e continuaria internado na unidade hospitalar.

A Polícia Civil investiga o caso.

No início da noite desta quinta-feira (15), o PRTB se manifestou sobre o ocorrido. Confira na íntegra:

"O Partido Renovador Trabalhista Brasileiro de Parauapebas (PRTB) repudia a tentativa de gente mal caráter em banalizar ou desqualificar o crime hediondo cometido contra o candidato a prefeito de Parauapebas pelo partido, Júlio César, na noite do dia (14).

Além de quase perder a vida, agora, o candidato sofre com o ato desumano da calúnia e da difamação. É alvo duas vezes de quem tenta a qualquer custo calar a voz da renovação".

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA