Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Abordagem policial termina em confusão na UPA de Paragominas; vídeo

Homem que supostamente reagiu a abordagem policial recebeu socos e pontapés PMs

Fabyo Cruz

Policiais militares foram filmados agredindo um homem com socos e pontapés na tarde do último domingo (12), em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Paragominas, na região sudeste do Pará. Segundo testemunhas, Marco Antônio Mesquita dos Santos reclamava da demora do atendimento no local e teria começado a causar danos na estrutura do local, além de xingar os servidores. Com informações do site Ver-O-Fato.

VEJA MAIS

Marido acusa dentista de 'implantar chip' em mulher e destrói recepção de clínica; vídeo
O esposo da paciente quebrou um televisor, o balcão de vidro da clínica e um computador. Uma funcionária também foi agredida com um soco no braço

Vídeo registra confusão em entrada da Escola de Aplicação da UFPA, em Belém
Desentendimento teria ocorrido entre familiares de alunos e técnicos-administrativos que estão paralisados e entrarão em greve a partir de segunda-feira (13/06)

Mulher é presa por ofender família com falas racistas em transporte público; vídeo
Passageiros se revoltaram com a situação e um segurança evitou que a confusão terminasse em pancadaria

Em decorrência da confusão, os PMs teriam sido chamados pelos seguranças da UPA. A Polícia Militar informou que uma guarnição chegou no local e encontrou os servidores em pânico por conta da ação do homem. Marco teria se negado a cumprir as ordens dos militares, que precisaram pedir reforço.

De acordo com a narrativa da Polícia Militar, Marco agrediu um policial que tentava imobilizá-lo, foi então que os demais militares utilizaram de força física para conter o agressor.

Nas imagens é possível ver um policial caindo. Logo após isso, pelo menos seis militares agridem o homem até ele ser imobilizado no chão, ao lado de uma viatura. Quem observava a cena ficou assustado e alguns pediam para que fossem filmados os momentos da reação policial.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA